Notícias | Dia a dia | Australian Open
Tsonga revela problema genético no sangue
14/01/2019 às 23h02

Tsonga estreará nesta terça-feira no Australian Open contra o eslovaco Martin Klizan

Foto: Ben Solomon/Tennis Australia

Melbourne (Austrália) - O francês Jo-Wilfried Tsonga revelou em uma entrevista recente para o jornal L’Equipe que padece de anemia falciforme, uma doença genética no sangue que atrapalha o transporte de oxigênio pelas hemácias, células responsáveis por levar o oxigênio do pulmão para o resto do corpo.

“Quando pego um voo preciso de dois ou três dias para conseguir estar bem fisicamente de novo. No resto da vida cotidiana não tenho sintoma algum, só mesmo quando pego um avião”, contou o tenista de 33 anos, que atualmente ocupa a modesta 177ª colocação no ranking da ATP.

A anemia falciforme acontece porque algumas pessoas não produzem ou produzem pouco a hemoglobina A, pigmento que se encontra nas hemácias e dá a cor vermelha ao sague, principal responsável pelo transporte do oxigênio, produzindo a hemoglobina S, que tem um desempenho bem inferior.

Comentários