Notícias | Dia a dia
Djokovic: 'Muitos não concordam com a Nova Davis'
07/01/2019 às 14h57

Djokovic parou na semi em seu 1º torneio de 2019

Foto: Divulgação

Melbourne (Austrália) - O sérvio Novak Djokovic voltou a reclamar das mudanças promovidas pela ITF em relação ao formato de disputa da Copa Davis para a temporada que acabou de começar. Em entrevista para o Marca, ele não só criticou a entidade que comanda o tênis mundial pelas alterações na mais tradicional competição por nações, mas também pela forma de classificação olímpica.

“Muitas pessoas não concordaram com o novo formato. Falei com Gerard (Piqué) e lhe disse que o modelo escolhido não foi bom. A ideia era ter mais países envolvidos, mas acho que tudo passou rápido demais, você não pode mudar um formato assim tão rápido, isso é o que não gostamos, tudo correu abruptamente”, opinou o atual número 1 do mundo.

Djokovic fez questão de comparar as mudanças feitas na Davis ao novo evento da ATP, que a partir de 2020 terá uma Copa do Mundo de nações abrindo a temporada. “Vou jogar a Copa do Mundo, mas a nova Copa Davis ainda não sei”, falou o tenista de Belgrado, que também cobrou mudanças na classificação para os Jogos Olímpicos.

Os rumores de que os jogadores redigiram uma carta pedindo tal alteração e as informações da ITF dizendo que não receberam nada foram explicados pelo sérvio. “Enviamos direto ao COI (Comitê Olímpico Internacional) porque sabíamos que a ITF não ia mudar as regras de acesso aos Jogos Olímpicos. É uma carta assinada por 75% dos top 20 melhores e isso significa alguma coisa”, falou.

“Como presidente do Conselho dos Jogadores, eu defendo nossos direitos, mesmo que isso signifique ser contra a ITF, mesmo que eu não seja contra ninguém, os organismos e a ATP sabem o que estamos fazendo”, complementou ‘Nole’, que parou nas semifinais do ATP 250 de Doha e agora se prepara para a disputa do Australian Open.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis