Notícias | Dia a dia
Sem treinador, Halep inicia temporada em Sydney
06/01/2019 às 14h50

Falta de ritmo é o que preocupa Halep

Foto: Arquivo

Sydney (Austrália) - Os três meses de inatividade, provocados por lesão nas costas e o final da temporada, serão encerrados a partir desta segunda-feira para a romena e líder do ranking Simona Halep. Ela disputará o torneio de Sydney como único preparatório para o Australian Open, que começa dentro de sete dias.

Halep decidiu não colocar outro treinador no lugar de Darren Cahill, ao menos para a primeira parte da temporada. "Durante os próximos três ou quatro meses, viajarei sem treinador. Quero ver como isso funciona", relevou ao site oficial da WTA.

"Darren tomou essa decisão por dar prioridade a sua família. Não fiquei decepcionada, nem triste. Entendi completamente seu momento", garante. "Temos uma boa relação e continuamos a nos falar durante a pré-temporada. Eu peço conselhos e ele me dá".

A romena no entanto prevê semanas difíceis. "Os últimos quatro anos com Darren foram os melhores de minha carreira, então seguramente será uma fase difícil. Acredito que possa conseguir alcançar minhas próprias metas. A responsabilidade aumentou e isso pode ser positivo".

Halep entrará diretamente na segunda rodada de Sydney e deve ter um jogo duro de estreia diante de Jelena Ostapenko ou Ashleigh Barty. Seu quadrante tem ainda Karolina Pliskova, campeã em Brisbane, e a semi poderá ser diante de Sloane Stephens. "As costas foram bem na pré-temporada, treinei 100% e sem dores. Joguei sets e partidas. O importante é que me sinto relaxada e sem pressão".

A cabeça 2 em Sydney será a alemã Angelique Kerber, que estreará contra a vencedora de Camila Giorgi e Ajla Tomljanovic, com possível quartas diante de Petra Kvitova.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis