Notícias | Dia a dia
Federer, Nadal e demais buscam marcas em 2019
31/12/2018 às 16h16

Federer está a um título do 100º na carreira

Foto: Arquivo

Embora ainda estejamos ainda no último dia de 2018, a temporada de 2019 da ATP já começou, com partidas disputadas nos ATP 250 de Brisbane, Doha e Pune nesta segunda-feira dia 31 de janeiro. O que nos espera neste ano novo ainda é uma incógnita, mas já sabemos que muitas marcas e recordes serão perseguidos pelas principais estrelas do circuito.

O suíço Roger Federer é um dos que está perto de conseguir uma marca representativa e se tornar apenas o segundo da história a conquistar pelo menos 100 títulos. Atualmente com 99 taças no currículo, ele terá um ano inteiro pela frente para atingir tal marca e seguir na captura do recorde de 109 do norte-americano Jimmy Connors.

Também estará em busca de uma marca redonda de conquistas o britânico Andy Murray, que atualmente soma 45 títulos e tentará na próxima temporada alcançar os 50. Contudo, seguem as dúvidas sobre sua condição física após a operação no quadril pela qual passou em 2018.

Em relação ao número de vitórias, três nomes lutarão para chegar ao 500º triunfo da carreira. O mais próximo deles é o suíço Stan Wawrinka (482), seguido de perto pelo croata Marin Cilic (479) e com o espanhol Feliciano Lopez (473) vindo logo atrás. Em 2018, Fernando Verdasco e Richard Gasquet atingiram a marca, enquanto Mikhail Youzhny se aposentou com 499.

O norte-americano Mike Bryan está de olho em conseguir chegar a 500 semanas na liderança do ranking. Ele começa o ano novo em sua 480ª semana como número 1 e pode se tornar o primeiro da história a passar da barreira das 500.

Também na questão de semanas como número 1 estão envolvidos o sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal. O primeiro, que lidera atualmente a ATP, pode chegar a 250 semanas caso se mantenha na ponta até o dia de 6 de maio. Já o canhoto de Mallorca busca as 200, precisando retomar a dianteira e ficar lá por quatro semanas.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis