Notícias | Dia a dia
Svitolina quer número 1 e títulos de Grand Slam
26/12/2018 às 10h51

Svitolina fechou 2018 com o título do Finals

Foto: Arquivo

Madri (Espanha) - Um dos grandes nomes da atualidade no circuito da WTA, a ucraniana Elina Svitolina fechou 2018 com sua maior conquista da carreira. A tenista de 24 anos sagrou-se campeã do WTA Finals e agora espera que novas grandes títulos continuem aparecendo. Em entrevista ao Puntodebreak, ela afirmou que as próximas meta são buscar um Grand Slam e a liderança do ranking.

“Meus principais objetivos permanecem os mesmos: vencer os Grand Slam e me tornar número 1 do mundo. Estou constantemente trabalhando nisso desde o início da minha carreira no tênis. Já me acostumei com a pressão e constantemente luto para superá-la. Já tenho alguma experiência com isso e acho que ela me ajudará em torneios importantes”, afirmou a atual número 4 do mundo.

Dona de 13 títulos na WTA, três deles conquistados na última temporada, a tenista de Odessa afirma nutrir os laços com sua terra natal. “Tento visitar a Ucrânia sempre que posso. Infelizmente, essa possibilidade é bastante rara, mas adoro estar lá. Quando vou ao meu país de origem, sempre tento dedicar o máximo de tempo possível à comunicação com a mídia e os fãs”.

Sonhando com saltos ainda maiores, Svitolina não acredita em fórmula pronta para o sucesso. “Sigo meu próprio caminho no circuito e tento me concentrar no tênis. Eu tento dar o meu melhor durante os jogos e treinos. Acho que isso vai me ajudar a atingir meus objetivos”, observou a ucraniana, que tem como melhor ranking a terceira colocação alcançada em setembro de 2017.

Além de buscar evolução como tenista, ela também pensa no exemplo que dá como atleta. “Na minha opinião, é muito importante ser um exemplo bom e positivo para os jovens jogadores e manter o fair play. Como qualquer outro tipo de esporte, o tênis pode unir as pessoas. Por isso, acredito que os melhores jogadores devem dar um exemplo positivo”.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis