Notícias | Dia a dia
Djokovic reduz calendário e mira torneios grandes
25/12/2018 às 17h27

Exceção feita a Doha, sérvio só jogará Grand Slam e Masters 1000 até julho

Foto: Arquivo

Abu Dhabi (Emirados Árabes) - Líder do ranking mundial, Novak Djokovic já definiu seu calendário de competições para o primeiro semestre de 2019. Exceção feita ao ATP 250 de Doha, que acontece na semana que vem, a agenda do sérvio só contará com torneios Grand Slam ou Masters 1000 até julho.

Djokovic faz duas exibições em Abu Dhabi na sexta-feira e no sábado e continua no Oriente Médio para atuar em Doha. Na sequência, parte para Melbourne em busca de seu sétimo título, a partir do dia 14 de janeiro.

Após o primeiro Grand Slam do ano, Djokovic só voltará às quadras em março para disputar os Masters 1000 de Indian Wells e Miami. O torneio californiano começa no dia 7 do terceiro mês do ano, enquanto o evento da Flórida dá a largada no dia 20.

Diferente do que fez em 2018, quando atuou em Monte Carlo e Barcelona, o sérvio só deve iniciar sua temporada de saibro pelo Masters 1000 de Madri, que começa no dia 5 de maio. Na semana seguinte, ele segue para Roma. Segundo Grand Slam do ano, Roland Garros começa no dia 26 de maio.

Depois que atuar no saibro parisiense, Djokovic só deverá retornar ao circuito já na grama de Wimbledon. A estratégia difere da adotada nas duas últimas temporadas, já que ele jogou o ATP 250 de Eastbourne em 2017 e o ATP 500 de Queen's, em Londres, na última temporada.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis