Notícias | Dia a dia
Toni Nadal acha que esforço é essencial ao tenista
18/12/2018 às 11h13

Toni está entusiasmado com o trabalho de base

Foto: Arquivo

Manacor (Espanha) - Afastado do circuito profissional desde 2017 para se dedicar ao projeto da academia do sobrinho, Toni Nadal acredita que o segredo para se construir bons tenistas ainda é o esforço.

"Sigo fazendo o que mais gosto: treinar. Sou muito agradecido por tudo que vivi ao lado de Rafa, mas neste momento estou com muita esperança ao treinar garotos que vêm aqui para a academia atrás do meu conhecimento para ajudá-los", afirmou em entrevista a um site espanhol.

Toni define seu método como algo muito simples. "Nunca fiz nada de estranho em quadra. Dizia a Rafa para bater cada bola o mehor que pudesse, o que exige se colocar da forma correta, ser exigente o tempo todo e se manter concentrado. Isso tudo leva o tenista a um esforço muito elevado. Não há método que te leva ao sucesso sem esforço".

O treinador espanhol acha que a tecnologia pode muitas vezes atrapalhar. "Sou romântico, gosto da parte tática, do esforço, de como vencer mesmo jogando pior que o adversário. É óbvio que a tecnologia ajuda, mas também pode atrapalhar à medida que evita que se preste atenção maior nas coisas. E com isso se perdeu também a valorização das outras gerações. Antigamente, se começava a jogar aos 6 e com 20 anos o tenista estava completamente formado. Agora se começa antes e não se chega ao nível ideal aos 22. Então me parece que se aprende mais com a dificuldade do que com a facilidade".

Toni garante apreciar muito a antigo formato da Copa Davis, e lembra das grandes conquistas recentes da Espanha, mas admite que há a necessidade de mudanças já que os principais jogadores não têm participado devido ao extenso calendário. "Me parece válida a tentativa de um outro caminho, uma competição de nações mais atrativa. Tomara que funcione".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis