Notícias | Dia a dia
Recuperado de lesão, Nishikori quer títulos em 2019
17/12/2018 às 16h11

Japonês quer ter um bom resultado em Grand Slam no próximo ano

Foto: Arquivo

Tóquio (Japão) - Depois de viver um ano de recuperação no circuito e escalar o ranking do 39º lugar até a atual nona posição, Kei Nishikori tem objetivos mais altos para a próxima temporada. Livre da lesão no punho que o prejudicou desde o segundo semestre de 2017, o japonês quer voltar a conquistar títulos e fazer boas campanhas nos principais torneios do calendário.

"Eu joguei sem pressão este ano. Eu fui capaz de dar um grande passo no tênis, mas agora eu preciso de objetivos maiores para o próximo ano. Minha meta principal para 2018 era voltar ao top 10", disse Nishikori à agência japonesa Kyodo News. O ex-número 4 do mundo chegou a jogar dois challengers no começo da temporada para recuperar ritmo de jogo e confiança.

Vencedor de onze títulos de ATP, Nishikori não conquista um torneio desde o início de 2016 em Memphis. Desde então, perdeu as nove finais que disputou, incluindo três delas este ano, no Masters 1000 de Monte Carlo e nos ATPs 500 de Tóquio e Viena.

"Para 2019, quero ganhar títulos grandes e ir mais longe nos Grand Slam. Estou feliz que meu corpo se recuperou novamente para eu ter uma boa preparação física e bons treinos sem lesões. Estou animado para continuar me desafiando no próximo ano também", acrescenta o japonês, que tem como melhor resultado em Grand Slam o vice-campeonato do US Open de 2014. Ele quase repetiu a campanha este ano em Nova York, mas parou na semifinal.

O jogador de 28 anos relata ter convivido durante a temporada com o medo de agravar a lesão e o risco precisar de uma cirurgia no punho. "Faz um ano desde a minha lesão e agora tenho sentimentos completamente diferentes. Eu estava assustado. O punho é extremamente necessário no tênis. Eu só pensava que eu teria sempre jogar com o sentimento de ansiedade".

"Eu dificilmente poderia jogar tênis em dezembro passado. Eu voltei sem precisar cirurgia, mas me disseram que eu tinha essa possibilidade. Continuei jogando com meu objetivo principal sendo voltar às primeiras posições do ranking. Tive a sensação, durante toda a temporada, de que eu estava subindo uma escada, um passo de cada vez", complementa Nishikori, que começará a próxima temporada jogando em Brisbane.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis