Notícias | Dia a dia
Chile manobra para tentar reaver seu ATP 250
14/12/2018 às 10h01

Jarry recolocou Chile entre os melhores do ranking

Foto: Arquivo

Santiago (Chile) - Com o surgimento de um novo tenista de ponta no circuito, o Chile sonha outra vez em realizar um torneio de nível ATP 250 como teve até 2014.

A esperança de reaver um torneio de primeira linha foi dada por Jaime Fillol, ex-top 10 e promotor de eventos no país que curiosamente também é avô do atual número 1 local, o ascendente Nicolas Jarry.

"Com a boa fase dos nossos jogadores, o interesse sobre o tênis está novamente em alta", afirmou Fillol ao BioBioDeportes. "Os meios de comunicação e o marketing das empresas estão mais atentos ao tênis, então se pode pensar em trazer novamente um ATP ao Chile. Estamos trabalhando para isso, mas a situação não é fácil".

Com exceção de um ano, o tênis chileno promoveu um ATP 250 entre 1993 e 2014, tendo entre seus campeões Gustavo Kuerten, Guillermo Coria, Fernando González, Gaston Gaudio, Thomaz Bellucci, Tommy Robredo e Fabio Fognini.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis