Notícias | Dia a dia
Terra de Ostapenko, Letônia passa a ter um WTA
13/12/2018 às 14h48

Ostapenko deverá ser uma das atrações do novo torneio do circuito

Foto: Arquivo

Jurmala (Letônia) - Com a maior popularidade do tênis no país após o título de Jelena Ostapenko em Roland Garros no ano passado e o bom momento de Anastasija Sevastova no circuito, a Letônia entrará no calendário da WTA em 2019. A cidade de Jurmala será o palco do chamado Baltic Open, a ser disputado em julho, no saibro. Ex-top 5, Ostapenko terminou o ano no 22º lugar do ranking enquanto Sevastova é a 11ª colocda.

O novo torneio irá assumir a vaga o WTA International de Moscou, que teve apenas uma edição, disputada entre os dias 22 e 28 de julho deste ano e vencida pela sérvia de 17 anos Olga Danilovic. O torneio havia herdado a data de Bastad e aumentou a premiação para US$ 750 mil, oferecendo 280 pontos à campeã.

O diretor do torneio Alexander Ostrovsky confirmou a mudança por meio de seu pefil no Twitter. "É oficial. Nós recebemos da WTA a aprovação para a mudança de sede da Moscow River Cup [nome comercial do torneio] para Jurmala, na Letônia para o calendário de 2019. O novo nome para o torneio será Baltic Open e a [promotora] One-SGM Team seguirá organizando o evento".

É importante lembrar que a capital russa recebeu dois torneios da WTA em 2018. No mês de outubro, foi disputado o já tradicional evento de nível Premier em quadras duras e cobertas e teve a anfitriã Daria Kasatkina como campeã.

Outra mudança no calendário da WTA para 2019 será a volta da cidade italiana de Palermo, que entra no lugar do torneio de Kuala Lumpur. O evento malaio teve sua última edição em março de 2017 e não foi disputado este ano. Já o torneio italiano acontecerá em julho do ano que vem.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis