Notícias | Dia a dia
'Não tenho o físico que tinha aos 20', diz Sharapova
10/12/2018 às 08h55

Sharapova trabalha para voltar às conquistas

Foto: Arquivo

Moscou (Rússia) - Uma das principais estelas do circuito atual, a russa Maria Sharapova não teve o mesmo brilho de outrora desde o seu retorno ao circuito após cumprir suspensão de 15 meses por doping. Em 2018, embora tenha melhorado o ranking, começando no 59º lugar e terminando no 29º, ela não conquistou um título sequer e fez apenas uma quartas de final em Grand Slam

“Foi uma temporada um pouco difícil para mim. É complicado quando você provou o sucesso e agora vês outras jogadoras acima de você. Meu retorno ao circuito foi um desafio, agora estou em um ponto no qual luto para avançar para a terceira ou quarta rodada dos torneios mais importantes”, falou a ex-número 1 do mundo em entrevista ao UbiTennis.

“Por isso que venho trabalhando muito duro, para retornar ao nível de antes. É muito difícil perder para jogadoras que você que pode vencer. Não tenho o físico que tinha aos 20 anos e por isso tenho que encontrar outras facetas para me fazer forte, é a lei da vida que as meninas mais novas se destaquem atualmente”, complementou a russa.

Na temporada que passou, os desempenhos mais destacáveis de Sharapova foram as quartas de Roland Garros, caindo diante da espanhola Garbiñe Muguruza, e as semifinais no WTA de Shenzhen, superada pela tcheca Ketrina Siniakova, e no Premier de Roma, eliminada pela romena Simona Halep.

A russa venceu três dos sete confrontos que teve contra top 10 no último ano, teve 50% de aproveitamento nos 12 embates que travou contra top 20 e mesmo contra as top 10 não foi tão arrasadora, amargando 10 derrotas em 27 confrontos.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis