Notícias | Dia a dia
Philippousis recomenda a Zverev ser mais agressivo
09/12/2018 às 11h12

Melhor resultado de Zverev em Slam foi em Roland Garros, onde chegou às quartas

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Ex-top 10 e finalista de dois Grand Slam, Mark Philippoussis acredita que Alexander Zverev precisa fazer alguns ajustes em seu jogo para ser mais competitivo nos quatro maiores torneios do calendário. Para o australiano de 42 anos, é preciso que Zverev se torne mais agressivo para minimizar o desgaste nas fases iniciais de torneios.

Número 4 do mundo aos 21 anos, Zverev já disputou 14 chaves principais de Grand Slam na carreira e tem como melhor resultado as quartas de final de Roland Garros deste ano. Além da campanha em Paris, o alemão só conseguiu passar da terceira rodada mais uma vez, na grama de Wimbledon no ano passado, quando parou ainda nas oitavas.

"O jogo dele é muito baseado no fundo de quadra, o que em geral não é um problema, mas quando você tem que ganhar sete partidas melhor de cinco sets é mais complicado", disse Philippoussis ao jornal Metro, durante o Champions Tennis, evento que encerra a temporada do circuito de veteranos da ATP e acontece no Royal Albert Hall, em Londres.

"A chave para o sucesso em um Grand Slam é superar a primeira semana sem muito esforço. Se você gastar seu tempo jogando de fundo de quadra, você se desgastará muito mais do que se você jogar de forma mais agressiva", acrescenta o australiano, que decidiu o US Open em 1998 e Wimbledon em 2003.

"Ele fica três ou quatro passos atrás da linha de base e isso causa desgaste. Para uma melhor de três sets pode ser bom, mas em um Grand Slam as coisas mudam muito. Acho que se Zverev passar pelas primeiras rodadas rapidamente e sem muito desgaste, pode ser um rival muito perigoso para os jogadores principais no circuito. Ele já mostrou que é capaz de vencer qualquer um e vimos seu nível no ATP Finals em Londres", avalia o ex-número 8 do ranking, citando a recente conquista do jovem alemão no Finals.

Philippoussis acredita que os três primeiros colocados no ranking, Novak Djokovic, Rafael Nadal e Roger Federer saltam como favoritos para manter o domínio nos Grand Slam em 2019, mas reforça que Zverev tem chances de equilibrar as ações com eles e que é o momento de o alemão buscar um bom resultado em uma competição deste porte.

"Vejo Djokovic, Nadal e Federer acima do resto. Depois, Zverev parece ser o único que pode dar alguma competição. É verdade que em Grand Slams, ele ainda não teve bons resultados, mas acho que é hora de dar um passo à frente em um torneio com essas características, começando já no Australian Open".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis