Notícias | Outros
Encontro de gerações marca 2º dia do Encontro da CBT
04/12/2018 às 21h57

Thomaz Koch e Marcelo Demoliner bateram bola juntos.

Foto: André Gemmer/Green Multimídia

Florianópolis (SC) – O segundo dia do Encontro Internacional de Treinamento da Confederação Brasileira de Tênis foi marcado por um encontro de gerações, na sede da entidade, em Florianópolis. Maior representante brasileiro em Copa Davis, Thomaz Koch, de 73 anos, entrou em quadra e jogou ao lado do gaúcho Marcelo Demoliner, número 70 do ranking de duplas da ATP.

“Para mim, é uma grande festa. Estou muito contente pelo convite da CBT e estar participando do Encontro, vendo essa garotada que está indo muito bem. É muito importante esse intercâmbio entre atletas e treinadores. Deu até para jogar um pouquinho, inclusive. Me deram uma chance, o Demo estava aí, então entrei na quadra, isso não tem preço, o dia foi ganho. Tenho certeza que será uma grande semana”, avaliou Thomaz, que é o maior jogador da história do Brasil na Davis. Em 16 anos de disputa, foram 118 jogos, com 74 vitórias (46 em simples e 28 em duplas).

“Encontrei o meu novo parceiro”, brincou Demoliner. “Acho muito legal essa iniciativa da CBT, todo mundo interagindo, treinando junto, uma semana muito legal de treinamento e troca de informações, experiências. Tive um dia longo de treino em dois períodos, treinei com os meninos e até com meu futuro parceiro, o Thomaz Koch. Então, foi muito legal esse meu primeiro dia aqui”, ressaltou o atleta, que já está há uma semana em pré-temporada em sua academia, a Tennis Route, no Rio de Janeiro, e chegou nesta terça para o Encontro.

As atletas do sub 12 também tiveram a oportunidade de entrar em quadra com a ídolo Beatriz Haddad Maia. Depois de um treino puxado com Thaisa Pedretti, a número 1 do Brasil bateu bola com as tenistas mirins e deu conselhos valiosos para as meninas que sonham em ser profissionais.

“Estou aqui na minha base, aproveitando para bater um pouco com o pessoal. Hoje tive a oportunidade de bater um pouco com as meninas dos 12 anos, conversamos um pouquinho também. Treinei com a Thaísa, enfim é uma semana especial. Acho uma ação muito bacana da CBT, todo mundo trocando informações, treinadores, preparadores físicos também, isso que vai ser o nosso país evoluir no tênis. Quero aproveitar bastante essa semana e treinar com todas as meninas que derem”, destacou Bia, que desde a metade do ano se estabeleceu em Florianópolis e treina na sede da CBT.

O Encontro Internacional de Treinamento da Confederação Brasileira de Tênis vai até sábado e reunirá os principais nomes do tênis nacional durante seis dias de imersão. Além dos brasileiros, também há a presença de atletas e técnicos de oito países da Cosat (Confederação Sul-americana de Tênis) e da Cotecc (Confederação de Tênis da América Central e Caribe): Barbados, Bermuda, Bolívia, Chile, Jamaica, Paraguai, Peru e Venezuela.

Foram convocados os três melhores tenistas do ranking nacional infantojuvenil das categorias 12 a 18 anos, masculino e feminino, com base no ranking do dia 5 de novembro. Durante a semana, vários profissionais também prestigiarão o evento e terão a oportunidade de trocar experiências com a nova geração, como Beatriz Haddad Maia, Bruno Soares, Carolina Meligeni, Fabrício Neis, Fernando Romboli, Felipe Meligeni, Gabriela Cé, Gilbert Klier, João Menezes, João Pedro Sorgi, Marcelo Demoliner, Marcelo Melo, Orlando Luz, Rafael Matos, Rogério Dutra Silva, Teliana Pereira, Thaisa Pedretti, Thiago Monteiro, Thiago Wild e Ymanitu Silva.

Além dos tenistas, o Encontro também conta com 25 importantes técnicos do país, entre eles o capitão da Copa Davis, João Zwetsch, a capitã da Fed Cup, Roberta Burzagli, Daniel Melo, treinador de Marcelo Melo e membro da comissão técnica da Davis, Luiz Peniza, novo auxiliar técnico da Fed, Paulo Cleto, capitão da Davis por 17 anos, André Sá, Fernando Meligeni, Marcos Daniel, Marcos Hocevar e Thomaz Koch.  

Também fazem parte do Encontro 12 preparadores físicos dos principais clubes e centros de treinamentos nacionais, como Eduardo Faria, membro da equipe da Davis, e Miguel Cantori, da comissão da Fed Cup, além de Chriszogno Bastos, referência mundial e que trabalha com Bruno Soares e Marcelo Melo. Além de trabalharam diariamente com os tenistas, os preparadores também terão um Workshop de quarta-feira a sexta-feira. Integrando a programação ainda será realizado um Workshop de Gestão Esportiva, destinado às Federações, entre sexta-feira e sábado.

 

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis