Notícias | Dia a dia
Matosevic anuncia o fim da carreira aos 33 anos
29/11/2018 às 14h22

Melbourne (Austrália) - Um dos jogadores mais irreverentes dos últimos anos decidiu se despedir do circuito. O australiano Marinko Matosevic anunciou nesta semana o fim de sua carreira profissional aos 33 anos. Embora senha nascido na Bósnia-Herzegovina, Matosevic teve toda sua formação como tenista já na Austrália e começou a treinar em Melbourne ainda aos 13 anos.

Matosevic chegou a ser número 39 do mundo em 2013 e atualmente ocupava apenas o 754º lugar do ranking, depois de uma temporada em que disputou apenas seis torneios. Por conta de lesões, o australiano vinha afastado do circuito desde fevereiro. Ele acumula 63 vitórias na elite do circuito, sendo três em Grand Slam, venceu quatro challengers e foi vice-campeão no ATP 250 de Delray Beach em 2012.

Ao longo da carreira, Matosevic divertiu o público em várias ocasiões. Uma delas foi em sua primeira vitória num Grand Slam, no ano de 2014 em Roland Garros. Superado na primeira rodada dos doze primeiros Slam que disputou, Matosevic comemorou o triunfo rolando no saibro da capital francesa.

Outro momento marcante do australiano foi quando ele tentou desconcentrar Rafael Nadal no Masters 1000 de Monte Carlo em 2013. Para isso, Matosevic tentou chutar as garrafinhas que o espanhol deixa alinhado ao lado da quadra e levou o adversário aos risos.

"Foi uma jornada incrível e eu gostaria que não tivesse que acabar, mas parece a decisão certa", escreveu Matosevic em seu perfil no Facebook. "Sempre foi meu sonho ser tenista desde que peguei uma raquete e me apaixonei pelo esporte. Tive uma longa jornada com muitos altos e baixos".

"O tênis me deu muito e me ensinou sobre mim e sobre a vida. Tive a oportunidade de viajar pelo mundo nos últimos 15 anos fazendo o que eu amo. Isso me permitiu viver experiências incríveis e uma vida que nunca esquecerei. O esporte também permitiu que eu conhecesse tantas pessoas incríveis ao longo do caminho que tornaram esta jornada memorável e inesquecível. Eu experimentei e aprendi muitas coisas por causa do tênis e por isso sou eternamente grato".

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis