Notícias | Dia a dia
Bojana Jovanovski decide parar com apenas 26 anos
28/11/2018 às 19h00

Jovanovski foi top 40 e venceu dois títulos de WTA na carreira

Foto: Arquivo

Belgrado (Sérvia) - Depois de lidar com muitas lesões no ombro nos últimos anos, a sérvia Bojana Jovanovski anunciou o fim de sua carreira profissional nesta quarta-feira, com apenas 26 anos. Jovanovski chegou a ser número 32 do mundo em agosto de 2014, mas terminou o ano de 2018 ocupando apenas a modesta 546ª posição no ranking.

Em sua carreira profissional, Jovanovski conquistou dois títulos de WTA, o primeiro em Baku em 2012 e o segundo em Tashkent no ano seguinte. A sérvia também disputou outras duas finais no circuito, também em Baku e Tashkent em 2014 e fez parte da equipe sérvia vice-campeã da Fed Cup em 2012, ao lado das ex-líderes do ranking Ana Ivanovic e Jelena Jankovic. 

Jovanovski acumulou quatro vitórias contra top 10 e seu melhor resultado em Grand Slam foi a chegada às oitavas no Australian Open de 2013. Ela ficou afastada do circuito entre junho de 2016 e janeiro deste ano. A sérvia tentou retomar a carreira em torneios menores em 2018 e acumulou 13 vitórias e 13 derrotas, mas sequer conseguiu vencer um jogo em chave principal de WTA, uma das razões que motivou a sérvia a encerrar a carreira profissional.

"O primeiro capítulo da minha vida profissional chegou ao fim. Minha carreira como jogadora profissional está completa. Depois de muito pensar e passar por inúmeras lesões e cirurgias, foi muito difícil tomar uma decisão final. Ainda sou muito apaixonada pelo tênis e por competir, mas meu corpo não pode seguir. Como não posso mais treinar e jogar da maneira que costumava fazer, dar o meu melhor e cumprir todas as metas profissionais, não tive outra opção", escreveu Jovanovski em seu perfil no Facebook.

"Até agora eu dediquei toda minha vida ao tênis, aos treinamentos e às competições. Fiz o meu melhor como jogadora e obtive ótimos resultados. Talvez eu não tenha atingido o máximo do meu potencial, mas não estou infeliz", acrescenta a vencedora de dois troféus da WTA. "O tênis me deu muito e enriqueceu minha vida. Tive a chance de viajar pelo mundo, conhecer pessoas e fazer amigos para a vida toda.

"No futuro, o tênis continuará fazendo parte da minha vida. Meu próximo objetivo é me formar psicologia e continuar com as atividades de tênis, mas desta vez como treinadora. O tênis é minha vida e meu amor e isso nunca vai mudar", explica a jovem sérvia. "Gostaria de agradecer a todos pelos anos de lealdade, apoio, energia e amor. Sem todos vocês nada seria possível".

"Sou grata à minha família, à minha mãe [Snezana] e especialmente ao meu pai [Zoran Jovanovski], que passou todos esses anos comigo na quadra de tênis. "Eles viveram em todos os aspectos cada segundo da minha vida de tênis, junto com minha irmã e meu marido", comenta Jovanovski, que se casou em 2016 e passou a utilizar o sobrenome Petrovic em sua última temporada no circuito. "A história do esporte continua e estamos avançando para alcançar mais metas e vitórias".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis