Notícias | Dia a dia
Para Djoko, nova geração ainda sofrerá nos Slam
25/11/2018 às 11h42

Djokovic vê nova geração ainda com problemas nos Slam

Foto: Arquivo

Belgrado (Sérvia) - Apesar dos importantes títulos alcançados neste final de temporada e da ascensão no ranking, a nova geração ainda terá dificuldade para se impor nos torneios de Grand Slam. A opinião é do número 1 do mundo Novak Djokovic, campeão de Wimbledon do US Open nesta temporada e já o favorito para o Australian Open de janeiro.

“Talvez seja mais difícil para os jovens dar esse salto de qualidade nos Slam atualmente do que antes", opina Djokovic. "Ganhar Grand Slam enquanto adolescentes é mais difícil do que há 20, 30, 40 anos. O nível da competição subiu. O padrão de profissionalismo e de dedicação dos jogadores hoje em dia é impressionante”.

Nas temporadas mais recentes, o único tenista mais jovem a atingir uma final de Grand Slam foi o austríaco Dominic Thiem, vice diante de Rafael Nadal em Roland Garros deste ano. Outros, como Heyon Chung e Marco Cecchinato, atingiram semis e Nick Kyrgios chegou à quartas de final.

Djokovic também falou sobre o recente Finals de Londres, em que Roger Federer optou por não treinar nos dias seguintes a seus jogos contra Thiem e Kei Nishikori, numa tentativa de preservar o corpo. “Roger conhece bem o seu corpo”, avaliou. “Ele tem muitos anos de experiência, sabe exatamente do que precisa em cada momento. Às vezes, menos é mais. Estou totalmente de acordo com isso. Fiz escolhas semelhantes durante os torneios, e funcionou bem”.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis