Notícias | Dia a dia
Guga afirma que agora Djoko é o mais preparado
23/11/2018 às 09h42

Londres (Inglaterra) - Um dos homenageados do último ATP Finals, dando nome a um dos grupos na disputa de simples, o catarinense Gustavo Kuerten esteve em Londres na semana passada e inclusive foi o responsável por entregar a taça de campeão ao alemão Alexander Zverev, que bateu o sérvio Novak Djokovic na decisão do último domingo.

Apesar de ter ficado com o vice, para o brasileiro ex-número 1 do mundo, Djokovic é o nome a ser batido nos próximos anos de circuito. Em entrevista à EFE, ele destacou a volta do tenista de Belgrado nesta temporada, após passar por uma cirurgia no cotovelo no começo do ano, e se mostrou otimista pelo futuro de ‘Nole’.

“A mensagem mais emblemática é o retorno de Djokovic, que estava encontrando dificuldades para voltar ao alto nível. Mas ele conseguiu dar a volta por cima e se mostrou o mais preparado para vencer. Acredito que terminamos o ano com uma garantia que que nos próximos três ou quatro anos ele será o grande protagonista”, comentou o catarinense.

Para Guga, o sérvio será a principal estrela, mas nomes como o do espanhol Rafael Nadal e do suíço Roger Federer não estarão descartados, mas eles terão que seguir buscando soluções para superar Djokovic, sua aposta como nome mais forte nas temporadas futuras.

Além de elogiar bastante o atual líder do ranking, o brasileiro também lamentou a ausência do canhoto de Mallorca na competição, impedindo assim a tão esperada briga pela ponta do ranking. “Se não estivesse lesionado, com certeza Rafa teria boa chance de estar em Londres lutando pelo número 1”, afirmou Guga.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis