Notícias | Dia a dia
Khachanov: 'Derrota para Nadal ajudou a bater Djoko'
21/11/2018 às 08h53

Khachanov levou virada de Nadal na 3ª rodada em NY

Foto: Arquivo

Moscou (Rússia) - Responsável por uma das apenas três derrotas do sérvio Novak Djokovic em todo o segundo semestre deste ano, o russo Karen Khachanov afirmou que o embate contra o espanhol Rafael Nadal na terceira rodada do US Open, no qual ele acabou sendo derrotado após vencer o primeiro set, foi essencial para conseguir bater mais tarde o número 1 do mundo.

“Perder aquela partida para Nadal foi frustrante para mim no momento, pois tive minhas chances e consegui jogar em alto nível o tempo inteiro, estava bem física e mentalmente”, lembrou o russo de 22 anos, que fechou a temporada como o 11º do mundo, sua melhor colocação da carreira no ranking da ATP.

“Depois daquele jogo disse que esperava que ele me rendesse em confiança e experiência para cedo ou tarde poder derrubar os melhores jogadores. E foi isso que aconteceu”, falou Khachanov, em referência à vitória sobre Djokovic na final do Masters 1000 de Paris, seu maior título da carreira.

O russo fecha 2018 confiante de que pode ir ainda mais longe e acredita na possibilidade de levantar um título de Grand Slam no futuro, mas sabe que o caminho para isso é árduo. “Você sempre entra pensando que pode ser campeão, mas para vencer todas as partidas e o melhor é focar em uma de cada vez”, observou.

“É essa a mentalidade e não ficar imaginando se consigo vencer os sete jogos e ser campeão de Grand Slam, pois o caminho é longo e não há nada garantido”, finalizou Khachanov, que tenta primeiro passar das oitavas de final, fase em que chegou apenas três vezes, duas em Roland Garros (2018 e 2017) e uma em Wimbledon (2017).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis