Notícias | Dia a dia
Serena diz não lembrar bem da final do US Open
19/11/2018 às 10h53

Miami (EUA) - Uma das maiores polêmicas do ano, a discussão entre a norte-americana Serena Williams e o juiz português Carlos Ramos ficou na memória de muitos fãs de tênis, mas aparentemente o mesmo não aconteceu para a ex-número 1 do mundo, que em entrevista à revista GQ disse não recordar direito o que ocorreu.

“Para ser honesta, realmente não me lembro como aconteceu. Eu tento deliberadamente não pensar sobre isso”, falou a caçula das irmãs Williams, que revelou ter desativado todas notificações de seu celula. “Não vejo televisão de jeito algum, tento ficar em uma bolha o máximo que eu posso, eu só não quero me envolver nas opiniões de outras pessoas, viver como eles querem e sentem”, disse.

Serena mais uma vez deixou a entender que tudo foi culpa do árbitro de cadeira, mas desta vez foi bem menos incisiva do que durante a decisão contra a japonesa Naomi Osaka, em que chegou a acusar o juiz de ladrão. Agora, ela preferiu apenas questionar as decisões tomadas pelo português.

“Acho que a outra pessoa poderia ter sido um pouco mais sensível ao que acontecia coisa naquele momento. Foi um momento de gatilho, quando você passa por uma experiência realmente extrema, você acaba explodindo”, observou a tenista de 37 anos e atual 16ª do ranking da WTA.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis