Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Zverev: 'Farei o possível para me manter no topo'
18/11/2018 às 20h44

Zverev terminará sua segunda temporada seguida no top 5

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de conquistar o maior título de sua carreira no ATP Finals, Alexander Zverev comemorou o grande desempenho exibido nas rodadas decisivas do torneio, em que superou Roger Federer e Novak Djokovic sem perder sets. Com apenas 21 anos e principal expoente da nova geração do circuito na atualidade, o alemão não sabe se continuará liderando os jovens jogadores no futuro, mas garante que fará o possível para se manter em alto nível.

"Este é o maior título da minha carreira e significa muito. Você enfrenta apenas os melhores jogadores. A maneira como eu joguei hoje e como ganhei é simplesmente incrível", disse Zverev após vencer Djokovic por 6/4 e 6/3 neste domingo. "É bastante surpreendente ganhar este título, vencendo esses dois jogadores, Roger e Novak, na semifinal e na final. Significa muito. Estou incrivelmente feliz e incrivelmente orgulhoso deste momento agora."

Sobre o sucesso da nova geração do tênis, Zverev lembrou até mesmo do retrospecto recente de Djokovic contra os jovens jogadores, responsáveis pelas únicas três derrotas do sérvio nos últimos 38 jogos que disputou. "Os dados estão lá. Novak perdeu para Khachanov em Paris e para Tsitsipas em Toronto. Fico feliz em ver que a nova geração está chegando pouco a pouco".

"Eu não posso te dizer se eu serei o futuro líder do tênis, que é uma questão muito profunda no momento, e não acho que eu deveria ser o único a responder a esta pergunta, não sou qualificado para isso", comenta o alemão, que terminará uma temporada como número 4 do mundo pela segunda vez seguida. "Eu me sinto ótimo, mas o futuro ainda tem muitos anos pela frente e tudo pode acontecer. O que eu sei é que vou fazer o possível para estar no topo, por isso tenho que vencer os melhores nos grandes torneios",

Depois de falar muito sobre a duração da temporada e do desgaste acumulado, Zverev foi bem humorado ao perguntar se sentia alguma dor após o último jogo do ano. "Na comemoração eu caí de joelhos em quadra, então sim, meus joelhos doem", brincou o alemão, que manteve o tom leve para falar sobre a participação do técnico e ex-número 1 Ivan Lendl. "Lendl? Ele não contribuiu com nada. Estava falando comigo sobre golfe antes do jogo. Estou brincando", disse sorrindo.

Zverev também foi perguntado sobre a afirmação de Djokovic, que espera que o alemão supere seus feitos no tênis. "Novak disse que posso acabar ganhando mais títulos que ele? Jesus não! Isso é muita coisa!", comenta o jovem campeão. "Quero dizer, eu ganhei esse torneio uma vez, ele ganhou cinco. Ele ganhou, eu não sei, uns 148 títulos mais do que eu. Eu espero que eu possa ter uma grande carreira, mas agora eu só penso em curtir as férias e relaxar um pouco".

Comentários