Notícias | Dia a dia
Feijão, Daniel e Blumenberg jogam semis em Ribeirão
16/11/2018 às 20h10

Alex Blumenberg veio do quali e tenta alcançar sua primeira final

Foto: João Pires/Fotojump

Ribeirão Preto (SP) - Três brasileiros estão entre os semifinalistas do future de Ribeirão Preto, último evento deste porte na temporada em solo nacional. Os paulistas João Souza, o Feijão, Daniel Dutra Silva e Alex Blumenberg venceram seus jogos nesta sexta-feira pelo torneio de US$ 15 mil disputado no saibro do Ipê Golf Club.

Principal favorito, Feijão, conquistou sua 13ª vitória consecutiva depois de vencer uma batalha de 3h23 contra o pernambucano de 18 anos João Lucas Reis por 6/4, 5/7 e 6/4, e sob um calor de 33 graus. "Acho que a minha experiência foi fundamental hoje. Senti um pouco o cansaço, depois de tantos jogos e também com o calor. Foi o jogo mais duro que fiz até agora dessa gira. Estou me elevando mentalmente nos momentos chaves do jogo e isso está fazendo a diferença"

Ex-número 69 do mundo e atual 366º colocado, Feijão conquistou dois títulos de future em São Carlos e São Paulo nas últimas duas semanas. O experiente paulista de 30 anos reencontra o qualifier Blumenberg na semifinal, a quem derrotou em dois tiebreaks na capital paulista na semana passada. "O Blumenberg está jogando bem e está confiante, mas eu também estou confiante, depois de tantas vitórias. Espero poder tirar vantagem da minha experiência".

Alex Blumenberg foi o primeiro tenista a garantir vaga na semifinal no Ipê Golf Club. O paulista de 26 anos superou o carioca Carlos Eduardo Severino, com duplo 6/4. Esta é sua primeira semifinal desde setembro de 2016 e ele enfrenta Feijão em busca de uma final inédita na carreira.

Do outro lado da chave, Daniel Dutra da Silva venceu um duelo de gerações do tênis brasileiro. Segundo favorito e 499º do ranking, o canhoto de 31 anos venceu o paranaense de 21 anos Fernando Yamacita por 6/2 e 6/0. Brasileiro com maior número de títulos de future, com 23 conquistas, Daniel enfrentará Christian Lindell, jogador nascido no Rio de Janeiro, mas que defende a Suécia, terra natal de seu pai.

Lindell precisou passar por uma rodada dupla nesta sexta-feira. Primeiro, o sueco completou sua vitória nas oitavas sobre o anfitrião de 16 anos Gustavo Heide por 7/5, 6/7 (1-7) e 6/2. Horas depois, o cabeça 3 do torneio e 532º do ranking derrotou o suíço Aaron Schmid por 6/2 e 7/6 (7-3).

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis