Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Forte resfriado é maior adversário de Djokovic
15/11/2018 às 17h20

Djokovic ainda luta contra o forte resfriado

Foto: ATP

Londres (Inglaterra) - O forte resfriado contraído ainda em Paris tem sido o maior adversário do sérvio Novak Djokovic no ATP Finals. O número 1 do mundo revelou na quarta-feira, logo depois da boa vitória sobre Alexander Zverev, que ainda não está recuperado e tem feito grande esforço para se motivar.

“Infelizmente continuo com febre e hoje foi pior nesse sentido”, admitiu Djokovic, único tenista previamente classificado para as semifinais de sábado na chave de simples.

Seu maior problema é a respiração. Durante a partida contra o jovem alemão, ele várias vezes limpou as narinas para tentar melhorar o quadro.

Com mais um dia importante de descanso e recuperação, o líder do ranking entrará em quadra às 18 horas de sexta-feira para fazer um jogo que pode ser delicado diante do croata Marin Cilic.

Em caso de derrota, ele cairá para o segundo lugar do grupo se John Isner vencer Zverev no jogo das 12 horas, já que Cilic nessa situação se classificará automaticamente e levará vantagem no critério de confronto direto diante de Djokovic.

Isner também tem chance de classificação, mas terá de ganhar de Zverev por 2 a 0 e torcer para Djokovic manter sua invencibilidade no grupo Guga Kuerten. Já Zverev precisa ganhar um set desde que Cilic perca por qualquer placar.

Comentários