Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Isner admite que o tênis não é mais prioridade
15/11/2018 às 11h08

Isner ainda tem chances de ir à semifinal

Foto: ATP

Londres (Inglaterra) - Mais velho e mais alto tenista a disputar o ATP Finals pela primeira vez, o norte-americano John Isner ainda não conseguiu vitórias na arena O2, deixando escapar um bom começo diante de Marin Cilic na quarta-feira. Ele admitiu que se sente hoje mais dividido entre a família e a carreira.

"O tênis deixou de ser minha prioridade", garante o tenista que disputa seu primeiro Finals da carreira graças às desistências de Juan Martin del Potro e Rafael Nadal. "Agora tenho uma tarefa a executar bem mais importante", afirma ele, referindo-se ao nascimento da filha Hunter meses atrás.

"Na verdade, ainda estou surpreso com as sensações que estamos experimentando como pais, ainda que alguns amigos do circuito, como Andy (Murray) e (Mardy) Fish tenham me alertado que o tênis cairia para o segundo plano quando chegasse a hora".

Ele no entanto se apressou a dizer que seu desejo de manter a carreira em alto nível se mantém intacto, mas que é a parte de trabalho de quadra e dos sacrifícios do circuito que ficaram mais afetadas. "Fui avisado que haveria momentos de cansaço, mas estou na fase mais apaixonante da minha vida, ainda que tenha meu dia muito mais ocupado. Pela manhã, gosto de ficar com Hunter. Isso me deixa mais relaxado para competir e até assumir as derrotas".

Garantido no top 10 e com uma chance pequena de obter vaga na semifinal do torneio - precisará ganhar de Alexander Zverev na sexta-feira e torcer por Novak Djokovic contra Marin Cilic -, Isner comemora sua temporada. "Estou orgulhoso do que obtive e estar em Londres é algo fantástico, ainda que tenha sido pela baixa de Nadal". Em março, Isner conquistou seu primeiro Masters em Miami justamente em cima de Zverev.

Comentários