Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Anderson celebra atuação, Nishikori tem 'dia ruim'
13/11/2018 às 19h52

Anderson cedeu apenas um game na rápida vitória sobre Nishikori nesta terça-feira

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de marcar uma vitória arrasadora nesta terça-feira, Kevin Anderson acredita que a atuação que teve nos 6/0 e 6/1 que fez contra Kei Nishikori pela segunda rodada do ATP Finals foi uma das melhores de sua carreira. O sul-africano avalia que o bom desempenho nas devoluções de saque e a confiança que só crescia ao longo da partida foram fundamentais na construção de um placar tão elástico.

"Foi uma das melhores partidas que eu já joguei. Acho que fiz um bom trabalho ao colocá-lo constantemente sob pressão e não diminuindo a intensidade. Eu mantive isso o tempo todo e sinto que devolvi muito bem, fazendo ele jogar muitas bolas no saque dele", disse Anderson, que marcou sua quarta vitória em nove jogos contra Nishikori. Em 2018, o sul-africano venceu três dos quatro duelos

"Ele não estava ganhando muitos pontos livres e acho que conforme eu crescia em confiança e ele provavelmente estava indo na direção oposta, o que é difícil, dada a situação. Senti que fiz um trabalho fantástico", acrescenta o experiente jogador de 32 anos, que está disputando o ATP Finals pela primeira vez na carreira.

Anderson ficou muito perto de aplicar uma 'bicicleta', já que chegou a liderar por 6/0 e 5/0 antes que o japonês vencesse seu único game na partida, e falou sobre como fez para manter o foco com uma margem tão grande no placar. "Embora eu tivesse uma vantagem, senti uma sensação de urgência e achei que era realmente importante, porque queria obter a vitória da melhor maneira possível".

Superado com facilidade nesta terça-feira, Nishikori não sofria uma derrota tão dura desde 2008, quando perdeu por 6/1 e 6/0 para o sueco Robin Soderling em Estocolmo. "Hoje, simplemente, foi um jogo péssimo para mim. Não foi o meu dia. Vou tentar fazer melhor no terceiro jogo. Perdi o segundo game da partida e desde então, perdi o ritmo e não consegui sentir a bola. Kevin jogou muito bem".

Embora tenha duas vitórias no Grupo Lleyton Hewitt, Anderson ainda não está classificado para as semifinais. O sul-africano enfrenta Roger Federer na próxima quinta-feira, enquanto Nishikori encara o austríaco Dominic Thiem, que perdeu seus dois primeiros jogos e tem remotas chances de avançar em Londres.

Comentários