Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Federer eleva o nível, vence e se recupera no Finals
13/11/2018 às 19h24

Federer ainda tem chances de tomar o 1º lugar do grupo de Anderson

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de perder sua partida de estreia no ATP Finals e ver Kevin Anderson vencer duas partidas em Londres, Roger Federer entrou em quadra nesta terça-feira com a obrigação de vencer para não ser precocemente eliminado. Diante de Dominic Thiem, o suíço teve uma apresentação muito mais convincente e derrotou o austríaco por 6/2 e 6/3 em 1h06 de partida.

A vitória de Federer em sets diretos sobre Thiem adiou a provável classificação de Anderson às semifinais em Londres. O suíço tem chances até mesmo de tomar a primeira posição do grupo do sul-africano na próxima quinta-feira, caso vença o rival e conte com uma vitória de Thiem sobre Kei Nishikori no outro jogo da rodada. Ainda que Federer lidere o histórico contra Anderson por 4 a 1, o suíço perdeu recentemente para o sul-africano em Wimbledon.

Ainda que Thiem não tenha vencido nenhum set nos dois primeiros jogos em Londres, o austríaco ainda não está matematicamente eliminado. Ele precisa derrotar Nishikori em sets diretos, torcer para que o sul-africano faça o mesmo contra o suíço, e tentar tirar a diferença no percentual de games vencidos no torneio.

Ao vencer o jogo desta terça-feira, Federer também segue tentando evitar uma raríssima eliminação na fase de grupos do ATP Finals. Dono de seis títulos no torneio, o veterano de 37 anos faz sua 16ª participação e só não passou da primeira fase uma vez, em 2008, quando perdeu para Andy Murray e Gilles Simon e só derrotou Radek Stepanek em edição disputada na China.

Federer teve uma partida muito segura no saque. O suíço cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço, venceu 84% dos pontos quando colocou o primeiro saque em quadra e não enfrentou break points na partida contra Thiem. O número 3 do mundo criou cinco oportunidades de quebra contra o oitavo colocado austríaco e aproveitou três dessas chances.

Ao escolher receber o saque depois de ganhar o sorteio, Federer conseguiu pressionar Thiem logo no game de abertura. O já começou o jogo salvando um break point e vinha cometendo erros não-forçados sempre que o suíço conseguia bloquear seu saque e fazê-lo prolongar alguns pontos. A primeira quebra aconteceria logo no terceiro game do jogo e, enquanto o suíço confirmava seus games sem riscos, o austríaco seguia apressado para definir os pontos e dava pontos de graça que renderam mais uma quebra antes do término da parcial.

O jogo ficou ainda mais confortável para Federer com uma quebra logo de cara no segundo set. Ainda que o suíço tenha colocado apenas 47% de primeiros serviços em quadra durante a parcial, ele só perdeu um ponto em seus games de saque. Thiem teve altos e baixos em seu serviço, ora confirmando muito bem, ora salvando um break point, mas não evitou uma nova quebra no nono game da parcial. Ainda que Thiem tenha liderado por 11 a 9 em winners, o austríaco cometeu 34 erros não-forçados, enquanto Federer deu apenas nove pontos de graça.

Comentários