Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Nishikori impõe rara derrota a Federer no ATP Finals
11/11/2018 às 19h40

Nishikori bateu Federer pela primeira vez em 4 anos

Foto: ATP

Londres (Inglaterra) - Fechando o primeiro dia de ATP Finals, o suíço Roger Federer teve pela frente o japonês Kei Nishikori na noite londrina deste domingo. Em sua 16ª aparição no torneio, o tenista da Basileia sofreu uma rara derrota em estreias e acabou superado pelo atual número 9 do mundo em sets diretos, com parciais de 7/6 (7-4) e 6/3, após 1h28 de partida.

A derrota sofrida para Nishikori foi apenas a quarta de Federer em uma estreia na competição. A última delas havia ocorrido em 2013, quando foi superado em três sets pelo sérvio Novak Djokovic. O suíço de 37 anos também perdeu seus primeiros jogos em 2008, para o francês Gilles Simon, e em 2007, para o chileno Fernando Gonzalez.

O resultado também acaba com as chances de o suíço terminar o ano na vice-liderança do ranking. Atual número 3 do mundo, ele precisava vencer o ATP Finals de forma invicta para ultrapassar o espanhol Rafael Nadal. Nas outras três vezes que foi superado na estreia, apenas em 2007 ele conseguiu dar a volta por cima e ser campeão.

Nishikori por sua vez encerrou um jejum de mais de quatro anos sem vitórias sobre Federer, que havia levado a melhor nos últimos seis encontros entre eles, sendo dois deles na atual temporada, nos Masters 1000 de Paris e Xangai, e outros dois em ATP Finals (2014 e 205). O japonês agora soma três triunfos e sete derrotas contra o suíço.

Segundo pré-classificado no torneio, Federer não teve um grande dia com o saque, colocou apenas 57% das primeiras bolas em quadra, anotou quatro aces e as mesmas quatro duplas faltas, fechando o jogo com 68% de aproveitamento nos serviços. Do outro lado, o rival nipônico teve números um pouco melhores, venceu 71% com o saque e não levou uma quebra sequer, conseguindo uma para o seu lado.

O primeiro set foi dos sacadores, sem chances para nenhum dos lados. A definição foi para o tiebreak, em que o suíço não foi bem e acabou superado por 7-4, depois de salvar três set-points. Federer até conseguiu um break de cara na segunda parcial, mas perdeu a vantagem no segundo game e no sexto voltou a levar um break contra. Sem reação, a vitória acabou mesmo nas mãos de Nishikori.

Comentários