Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Federer revê Anderson e encara Thiem e Nishikori
05/11/2018 às 17h55

Federer tenta voltar a conquistar o Finals depois de sete anos

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Vencedor de seis títulos do ATP Finals, Roger Federer será o segundo cabeça de chave do torneio que reúne os oito melhores jogadores da temporada e que começa no próximo domingo, em Londres. O suíço lidera o Grupo Lleyton Hewitt e tenta reconquistar a competição que venceu pela última vez em 2011. Seus outros cinco troféus foram em 2003, 2004, 2006, 2007 e 2010. Em sua chave estarão o sul-africano Kevin Anderson, o austríaco Dominic Thiem e o japonês Kei Nishikori.

Federer reencontra Anderson, para quem perdeu nas quartas de final em Wimbledon. Apesar do recente revés, o número 3 do mundo suíço lidera o histórico contra o atual sexto colocado por 4 a 1. O veterano de 37 anos também tem 7 a 2 diante de Nishikori, nono do ranking mundial. Já contra Thiem, Federer tem apenas uma vitória em três jogos disputados.

Aos 32 anos, Kevin Anderson será um dos dois estreantes no Finals, juntamente com John Isner. Em 2018, o sul-africano conquistou seu maior título da carreira em Viena e foi finalista de Wimbledon. Ele tem três vitórias e cinco derrotas contra Nishikori e lidera o histórico contra Thiem por 6 a 2.

Thiem fará sua terceira aparição consecutiva no ATP Finals. O austríaco nunca passou da fase de grupos e acumula apenas duas vitórias em seis jogos pelo torneio. Embora lidere o retrospecto contra Federer, o jogador de 25 anos não tem bom histórico nem contra Anderson e nem contra Nishikori. O japonês de 28 anos venceu três dos quatro jogos que fez contra o austríaco e disputará o Finals pela quarta vez, sendo semifinalista nas edições de 2014 e 2016

A outra chave do ATP Finals leva o nome de Guga Kuerten, único brasileiro a vencer o torneio em 2000. Número 1 do mundo, o sérvio Novak Djokovic lidera o grupo que ainda tem o alemão Alexander Zverev, o croata Marin Cilic e o norte-americano John Isner. O russo Karen Khachanov e o croata Borna Coric serão os dois reservas para o caso de desistências.

Comentários