Notícias | Dia a dia | ATP Finals
Djokovic enfrenta Zverev, Cilic e Isner no ATP Finals
05/11/2018 às 17h47

Djokovic lidera com folga o histórico contra dois de seus rivais

Foto: Arquivo

Londres (Inglaterra) - Pentacampeão do ATP Finals, Novak Djokovic conheceu nesta segunda-feira seu caminho em busca do sexto título no evento, entre os oito melhores jogadores da temporada e que começa no próximo domingo em Londres. O número 1 do mundo lidera o Grupo Guga Kuerten terá em sua chave o alemão Alexander Zverev, o croata Marin Cilic e o norte-americano John Isner. A chave homenageia o campeão de 2000 e único brasileiro a vencer o torneio. 

Djokovic venceu o Finals pela primeira vez em 2008, quando o evento ainda acontecia na China. Já em Londres, conquistou quatro edições seguidas entre os anos de 2012 e 2015. O sérvio ainda foi vice-campeão em 2016, quando perdeu para o britânico Andy Murray e não disputou a edição passada do evento, por conta da lesão no cotovelo direito que o afastou das quadras durante todo o segundo semestre de 2017.

O histórico de Djokovic contra dois de seus adversários na fase de grupos é bastante favorável. O sérvio lidera o retrospecto diante do sétimo colocado Cilic por 16 a 2, além de ter vencido oito dos dez jogos que fez contra Isner, número 10 do ranking e substituto de Rafael Nadal em Londres. Diante de Zverev, o atual líder do ranking tem uma vitória e uma derrota. O jovem alemão venceu a final do Masters 1000 de Roma do ano passado, enquanto o sérvio de 31 anos deu o troco recentemente em Xangai.

Número 5 do mundo, Zverev faz sua segunda participação no Finals aos 21 anos e tenta fazer uma campanha melhor que no ano passado, quando caiu ainda na fase de grupos. Além do 1 a 1 nos confrontos contra Djokovic, o germânico lidera o retrospecto contra Isner por 4 a 1, além de ter vencido cinco dos seis jogos que fez contra Cilic no circuito.

Aos 30 anos, Cilic disputará o Finals pela quarta vez na carreira. O experiente croata não tem bons resultados no evento, já que não passou da fase de grupos nas três participações e só tem uma vitória em nove jogos na O2 Arena. Com histórico desfavorável contra dois de seus rivais no grupo, o croata ao menos tem 7 a 3 no retrospecto contra Isner.

Estreante no ATP Finals aos 33 anos, Isner herdou uma vaga nesta segunda-feira com a desistência de Rafael Nadal por lesão abdominal. O experiente norte-americano conquistou nesta temporada seu primeiro Masters 1000 em Miami e foi semifinalista em Wimbledon.

A outra chave do ATP Finals leva o nome do australiano Lleyton Hewitt e será encabeçada por Roger Federer. Dono de seis títulos no torneio, o último deles em 2011, o suíço terá a companhia de Kei Nishikori, Dominic Thiem e Kevin Anderson. O russo Karen Khachanov e o croata Borna Coric serão os dois reservas para o caso de desistências.

Comentários