Notícias | Dia a dia
'Foi a partida mais excitante do ano', diz Djokovic
03/11/2018 às 20h15

Djokovic nunca havia perdido tantos break-points

Foto: Arquivo

Paris (França) - O sérvio Novak Djokovic foi testado ao máximo pelo suíço Roger Federer na semifinal do Masters 1000 de Paris na tarde deste sábado, conquistando uma duríssima vitória em três sets que o manteve invicto a 22 partidas e em condições de brigar contra o russo Karen Khachanov pelo 33º troféu desse quilate em sua notável carreira.

"Tivemos jogos épicos ao longo de nossa rivalidade, mas este de hoje definitivamente está entre os melhores duelos que já fizemos", avaliou Djokovic, que perdeu todas as 12 chances de quebra que construiu ao longo da partida de 3h02, com placar de 7/6, 5/7 e 7/6, a maior quantidade que já desperdiçou numa partida sem converter em quebras.

"Foi um jogo de grande qualidade. Muito perto do confronto que fiz contra (Rafael) Nadal na semifinal de Wimbledon, este foi com certeza a partida mais excitante que disputei neste ano e provavelmente o de melhor nível de que participei". Entre todos os duelos de três sets contra Federer, dos quais saiu com 25 vitórias, este foi o mais longo tanto em games como em duração.

Djokovic não se mostrou surpreso com a dificuldade. "Era bem esperado um jogo assim, porque quando eu tenho de enfrentar Roger sei que terá que arrancar o melhor de mim para vencer. É por isso que nossa rivalidade e partidas são tão especiais". Esta foi a 11ª vitória de Djokovic sobre um top 10 na temporadae a 10ª consecutiva.

Ao contrário da recente partida na final de Cincinnati, Djokovic desta vez achou o serviço do suíço muito eficiente. "A qualidade de seusaque nesta noite foi incrível", admitiu. "Seu saque sempre foi uma arma, mas neste jogo ele alcançou um nível muito alto, estava variando muto bem. Geralmente me sinto confortável na devolução, mas já alguns confrontos em que o adversário está embalado, está confortável e aí saca bem. E aí não há muito o que você possa fazer, senão esperar suas oportunidades e tentar capitalizá-las".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis