Notícias | Dia a dia
Gripado, Djokovic sabe que poderia jogar melhor
02/11/2018 às 20h57

Sérvio teve dificuldades para passar por Cilic nesta sexta-feira

Foto: Divulgação

Paris (França) - Semifinalista do Masters 1000 de Paris, Novak Djokovic reconhece que não jogou seu melhor tênis nesta sexta-feira contra Marin Cilic. O sérvio explicou que já vem sofrendo com "um tipo de gripe" há alguns dias, e que isso tem comprometido seu desempenho, mas está satisfeito com a boa campanha feita nas quadras duras e cobertas da capital francesa.

"Estou satisfeito por estar nas semifinais", disse Djokovic após vencer Cilic por 4/6, 6/2 e 6/3 nesta sexta-feira. "Sei que posso jogar melhor. Na partida de hoje, às vezes eu estava jogando muito bem, e às vezes nem tanto. Então, há coisas que eu obviamente tenho que melhorar para o próximo jogo".

"Não é fácil ter que jogar todos os dias", explica o sérvio, que já fez três jogos no torneio, passando por João Sousa e Damir Dzumhur nas fases anteriores. "Os níveis de energia não são tão altos e eu tento administrar a situação. Mas já estive nessa situação antes, então espero poder progredir a cada dia".

Além de ter perdido o primeiro set da partida desta sexta-feira, Djokovic também estava com uma quebra abaixo na parcial decisiva contra Cilic. "Foi um grande desafio. E realmente, este jogo poderia ter ido para qualquer lado. Eu venci a partida, mas se ele tivesse vencido, seria absolutamente merecido"

Djokovic agora se prepara para enfrentar um de seus maiores rivais. Em busca de uma vaga na final, ele desafia Roger Federer a partir das 12h30 (de Brasília) deste sábado. O sérvio já enfrentou o suíço 46 vezes no circuito e tem uma ligeira vantagem por 24 a 22 no retrospecto, além de ter vencido os três últimos encontros.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis