Notícias | Dia a dia
Federer tira Fognini e volta às quartas após 4 anos
01/11/2018 às 17h04

Federer espera por Nishikori ou Anderson na próxima fase

Foto: Divulgação

Paris (França) - Depois de entrar diretamente na segunda rodada e ainda contar com a desistência de Milos Raonic, Roger Federer só estreou no Masters 1000 de Paris nesta quinta-feira, já pelas oitavas de final. Campeão do torneio em 2011, o suíço passou pelo italiano Fabio Fognini, 14º colocado, com parciais de 6/4 e 6/3 em apenas 1h13 de partida.

Federer enfrenta nas quartas de final - onde apareceu pela última vez em 2014 - o vencedor do duelo entre Kevin Anderson e Kei Nishikori. O suíço lidera por 4 a 1 o retrospecto contra Anderson, que foi seu algoz nas quartas de final de Wimbledon. Já diante do japonês, o número 3 do mundo tem seis vitórias e apenas duas derrotas.

Como de hábito, Fognini começou muito frio a partida e Federer conseguiu quase sempre agredir nas devoluções. Com isso, conseguiu sua primeira quebra já no terceiro game da partida. Enquanto o suíço vinha confirmando seus games com tranquilidade, o italiano voltaria a ter o serviço quebrado depois de duas duplas-faltas, permitindo que o campeão de 2011 liderasse por 4/1.

Depois de descontar a raiva na raquete e de também receber atendimento do fisioterapeuta, Fognini elevou seu nível de tênis e recuperou uma das quebras. A reação de Fognini mexeu um pouco com a confiança de Federer, que passou a cometer mais erros não forçados e sacar com menos precisão. Apesar de cometer duas duplas-faltas e enfrentar um 15-40 quando vencia por 5/4, o suíço conseguiu fechar o set. Ao longo da parcial, o ex-número 1 colocou apenas 36% de primeiros serviços em quadra.

Federer começou o segundo set com muito mais segurança no saque e passou por seus três primeiros games de serviço perdendo apenas um ponto. O suíço era o jogador mais agressivo em quadra e aproveitava o fato de o italiano não colocar tanto o primeiro saque em quadra. A insistência rendeu uma quebra em cima do frágil segundo serviço do italiano já no quinto game da parcial. Federer salvou dois break points quando vencia por 4/3 para impedir o empate do adversário e encaixou ótimas devoluções na sequência para consolidar a tranquila vitória.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis