Notícias | Dia a dia
Djokovic joga apenas 53 minutos e vê rival desistir
01/11/2018 às 10h24

Djokovic garantiu vaga nas quartas de final

Foto: ATP

Paris (França) - Depois de uma série de desistências na quarta-feira, entre elas a do espanhol Rafael Nadal, que sequer entrou em ação no Masters 1000 de Paris, a quinta-feira começou com mais um abandono. O bósnio Dmir Dzumhur não aguentou as dores nas costas e desistiu do duelo com o sérvio Novak Djokovic no meio, quando já perdia por 6/1 e 2/1.

Foram apenas 53 minutos de partida, em que o tenista de Belgrado pouco foi exigido. Classificado para as quartas de final, ele terá pela frente o croata Marin Cilic, contra quem já jogou 17 vezes e tem ampla vantagem no retrospecto, somando 15 vitórias e apenas duas derrotas, uma delas justamente no Palácio de Bercy, dois anos atrás.

Dzumhur começou a mostrar sinais de problemas já no quarto game, quando cometeu duas duplas faltas e com isso sofreu a primeira quebra. Seu saque tinha média de apenas 161 km/h, algo muito lento para um grande devolvedor como o Djokovic.

Ainda assim, o sérvio continuou lutando no fundo de quadra, o que obrigou Djokovic a vir algumas vezes à rede. No sexto game de 11 minutos, Dzumhur já alertou o árbitro que estava com fortes dores lombares mas foi obrigado a ir até o fim do game antes de ser atendido.

Jogou apenas mais quatro games e, ao ser novamente quebrado no terceiro game do segundo set, sinalizou que não daria mais para jogar. Com isso, Djokovic chega a seu recorde pessoal de 30 sets consecutivos vencidos. Neste mesmo período ele já soma 20 vitórias seguidas, podendo ampliar ambas as marcas no decorrer da semana.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis