Notícias | Dia a dia
Evert sente falta de uma grande rivalidade na WTA
29/10/2018 às 15h21

Evert vê o circuito muito exigente e desgastante

Foto: Divulgação

Cingapura (Cingapura) - Uma das maiores estrelas da história do circuito feminino, a norte-americana Chris Evert falou um pouco sobre o atual momento do tênis feminino em entrevista ao site da WTA. A ex-número 1 do mundo enalteceu a atual líder do ranking, a romena Simona Halep, destacou o equilíbrio entre as jogadoras, mas disse sentir falta de uma grande rivalidade.

“Desde o primeiro jogo em qualquer torneio importante uma tenista de primeira linha já pode perder. Você tem que jogar muito bem desde o começo se não quiser ser eliminada logo na estreia. O tênis feminino é uma mistura da parte física com a mental e é por isso que muitas vezes vemos surpresas nos grandes torneios. Sinto apenas falta de uma grande rivalidade no circuito”, disse Evert.

A norte-americana também falou sobre o duro calendário do tênis feminino. “A WTA tem atualmente um extenso calendário que é dificílimo de se jogar no mesmo nível do início ao fim e por isso que muitas jogadoras começam a dosar seus esforços”, avaliou a ex-líder do ranking.

“Temos quatro Grand Slams do ano, e elas fazem de tudo para ir bem neles, pois sabem que um título desse porte pode mudar sua vida. Você terá grandes patrocinadores, seu nome está em um troféu e simplesmente passará a fazer parte da história do esporte”, acrescentou Evert.

Sobre a atual número 1, a norte-americana foi só elogios para Halep. “O que ela fez neste 2018 é de admirar, conseguiu vencer muitas partidas de três sets e isso é algo tremendo. Jogadores como ela, (Angelique) Kerber e (Caroline) Wozniacki são únicas, pois têm como arma um poder de luta enorme que vai até o fim”, comentou.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis