Notícias | Dia a dia
Anderson garante seu maior título e vai ao Finals
28/10/2018 às 12h32

Anderson será o primeiro sul-africano no Finals desde 1995

Foto: Divulgação

Viena (Áustria) - O domingo foi especial para Kevin Anderson, que conseguiu duas marcas expressivsas em sua carreira profissional. O experiente sul-africano de 32 anos conqusitou um título de ATP 500 pela primeira vez ao derrotar o japonês Kei Nishikori por 6/3 e 7/6 (7-3) na final de Viena. A vitória em quadra dura e coberta na capital austríaca também confirma seu lugar no ATP Finals.

Anderson disputou sua 18ª final e conquistou seu quinto título na elite do circuito. Entretanto, todos os troféus anteriores eram em torneios ATP 250. O sul-africano já havia alcançado decisões em torneios maiores, incluindo o US Open do ano passado e Wimbledon na atual temporada.

O atual número 8 do mundo também conseguiu a sexta vaga para o ATP Finals, que será disputado em Londres daqui a três semanas. Ele iniciou o torneio na sétima posição da corrida para o Finals, mas ultrapassou o croata Marin Cilic ao longo da semana. Anderson disputará o Finals pela primeira vez e se junta a Rafael Nadal, Novak Djokovic, Roger Federer, Alexander Zverev e Juan Martin del Potro.

O último sul-africano a disputar o Finals foi Wayne Ferreira em 1995, quando o evento era disputado em Frankfurt, na Alemanha. Além disso, Anderson é o quarto jogador mais velho a estrear no Finals, superado apenas por Ken Rosewall, que tinha 36 anos na edição inagural do evento em Tóquio em 1970, além de Andres Gimeno (35) e Bob Hewitt (32), que competiram na edição de 1972 em Barcelona.

Por sua vez, Nishikori amargou sua oitava derrota seguida em finais, sendo a terceira só este ano. Ex-número 4 do mundo e atual 11º colocado, o japonês de 28 anos disputou a 25ª final da carreira e segue com 11 títulos conquistados, o último no início de 2016 em Memphis. O nipônico também perdeu a oportunidade de entrar no top 8 da corrida para o Finals, o que aconteceria em caso de título na Áustria.

A vitória deste domingo foi a terceira de Anderson em sete jogos contra Nishikori pela elite do circuito. Na atual temporada, o sul-africano também havia vencido um duelo na semifinal do ATP 250 de Nova York, evento em quadras cobertas no mês de fevereiro, onde ele também foi campeão.

Anderson disparou 13 aces na partida contra apenas dois de Nishikori. O sul-africano criou sete oportunidades de quebra durante o jogo, seis delas no set inicial, e aproveitou uma dessas chances ainda no quarto game da partida. O segundo set seguiu inteiramente sem quebras, com apenas um break point salvo pelo japonês com o placar empatado por 4/4. Durante o tiebreak, Anderson foi firme no saque e conseguiu dois pontos importantes nas devoluções.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis