Notícias | Dia a dia
Federer vence jogo duro e alcança sua 200ª semifinal
26/10/2018 às 17h23

Federer tenta alcançar sua final de número 151 na carreira profissional

Foto: Divulgação

Basileia (Suíça) - A vitoriosa carreira de Roger Federer ganhou mais uma marca expressiva nesta sexta-feira, quando o suíço alcançou a semifinal de número 200 na elite do circuito. Anfitrião no ATP 500 da Basileia Federer avançou no torneio em quadras duras e cobertas ao vencer o francês Gilles Simon por 7/6 (7-1), 4/6 e 6/4 em 2h34 de partida.

Das 199 semifinais alcançadas por Federer, ele tem 150 vitórias, 48 derrotas e uma eliminação por w.o. no piso duro de Doha em 2012. Vencedor de 98 títulos de ATP, sendo oito na Basileia, o número 3 do mundo tenta alcançar sua final de número 151 no circuito profissional.

Federer enfrentará no sábado o vencedor da partida entre o grego Stefanos Tsitsipas e o russo Daniil Medvedev. O suíço venceu Medvedev, número 20 do mundo, recentemente em Xangai, em outro duelo de três sets. Já um encontro com o 16º colocado Tsitsipas seria inédito no circuito.

A vitória desta sexta-feira foi a sétima seguida de Federer contra Simon. O suíço lidera o histórico contra o francês, 32º do ranking, por 7 a 2 e não perde para o ex-top 10 desde 2008.

Quebrado logo em seu primeiro game de serviço, Federer já começou o jogo perdendo por 3/0 e ainda salvou break point com um ace no quarto game, que poderia deixá-lo em situação ainda mais delicada. O suíço perdeu suas três primeiras chances de devolver a quebra, duas delas com erros de forehand, e permitiu que Simon liderasse por 5/2.

O francês conseguia forçar ralis mais longos na maioria dos pontos, especialmente em seus games de serviço e vinha levando vantagem. Quando estava mais pressionado pelo placar, Federer fez um rápido game de saque e foi paciente na construção dos pontos para finalmente conseguir a quebra de serviço. O suíço ainda precisou de um ótimo saque para salvar um set point quando já perdia por 6/5 para forçar o tiebreak.

O game-desempate foi amplamente dominado por Federer. Com uma ótima devolução ainda no primeiro ponto e exibindo um jogo eficiente na rede, além de contar com erros do adversário, o suíço marcou 7-1 sem perder ponto no saque. Apesar dos altos e baixos, destaque para os dez aces do anfitrião, sendo que um deles evitou a perda da parcial.

O segundo set foi muito ruim para Federer. Além de disparar somente um ace, o suíço venceu apenas quatro dos 13 pontos disputados com seu segundo serviço, permitindo que Simon o ameaçasse com mais frequência. Houve uma série de quatro quebras entre o terceiro e o sexto game até o empate por 3/3. Pouco depois, o francês voltaria a pressionar e encaixou uma devolução perfeita de backhand na paralela para passar à frente. Na segunda vez em que sacou para fechar um set, Simon não repetiu os erros da parcial anterior.

Federer abriu a parcial decisiva com três aces e ainda conquistou uma importante quebra logo na sequência para já largar vencendo por 3/0. O jogo já parecia controlado quando o suíço voltou a oscilar e perder um game de saque de zero. Simon venceu 12 pontos em 15 possíveis para buscar o empate por 4/4. Entretanto o ex-líder do ranking conseguiu pressionar o francês mais uma vez e buscou uma nova quebra para consolidar a vitória.

Com a liderança na estatística de aces por 15 a 8, além de marcar 40 winners contra 18 do francês, Federer cometeu muitos erros não-forçados. O suíço deu 60 pontos de graça, sendo 31 deles com o forehand, contra 31 erros do adversário.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis