Notícias | Dia a dia
Dimitrov volta em Viena e diz que precisava de folga
23/10/2018 às 12h32

Dimitrov pode corre risco de deixar o top 20 até o fim do ano

Foto: Divulgação

Viena (Áustria) - Depois de terminar a temporada passada na terceira colocação no ranking, a melhor até então da carreira, o búlgaro Grigor Dimitrov não manteve o embalo em 2018 e chega ao fim do ano com nenhum título conquistado e na décima colocação na ATP. Nesta semana ele terá a chance de buscar uma nova taça no ATP 500 de Viena.

Eliminado na segunda rodada no ATP 500 de Pequim, o búlgaro resolveu pular o Masters 1000 de Xangai e só volta agora nesta semana. “Meu corpo precisava de um descanso depois de Pequim, estava no limite e foi bom voltar para casa e descansar alguns dias”, explicou o tenista de 27 anos, em entrevista ao TennisTV.

“Após três dias de folga, falei com os médicos e eles comprovaram que estava bem para voltar a trabalhar”, complementou Dimitrov, que terá como primeiro oponente no torneio austríaco o quali cazaque Mikhail Kukushkin, contra quem já jogou três vezes, com duas derrotas e apenas uma vitória.

O búlgaro espera conseguir bons resultados nestas últimas semanas de 2018 e já pensa no próximo ano. “Meu desafio pessoal neste momento é terminar o ano da melhor maneira possível, o que me dará confiança para ir melhor na próxima temporada”, finalizou búlgaro, que não conseguirá defender o título do ATP Finals, uma vez que é apenas o 22º da temporada.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis