Notícias | Dia a dia
Khachanov encerra jejum russo no ATP 250 de Moscou
21/10/2018 às 14h28

Khachanov segue invicto em finais da ATP

Foto: ATP

Moscou (Rússia) - Nove anos após a última conquista da casa no ATP 250 de Moscou, o russo Karen Khachanov tratou de encerrar o jejum de títulos locais e fez a festa da torcida. Neste domingo, o cabeça de chave 3 levou a melhor na final batendo o francês Adrian Mannarino em sets diretos, anotando duplo 6/2 em apenas 54 minutos de partida.

O último russo a levantar a taça no evento moscovita havia sido Mikhail Youzhny, em 2009, encerrando uma sequência de seis conquistas da casa. Disputada desde 1990, a competição viu 15 títulos de atletas locais, cinco deles de Yevgeny Kafelnikov, o maior vencedor da história do torneio.

Aos 22 anos, Khachanov levantou seu segundo troféu na temporada e o terceiro na carreira, mantendo invencibilidade em finais. Ele dará uma boa disparada no ranking e entrará para o top 20 pela primeira vez depois de subir sete colocações, indo para o 19º posto. Além disso, o russo levará uma premiação de 152.785 euros, sendo que Mannarino ficará com um cheque de 80.465 euros.

"Ganhar na Rússia foi um dos sonhos que tinha quando era criança. Eu pedia autógrafos aos principais jogadores russos e sonhava um dia em me tornar um campeão. Hoje é o dia e estou realmente feliz", celebrou Khachanov. "Comecei muito bem, fui muito agressivo e não dei chances para ele entrar no jogo. Acho que essa foi uma das chaves", completou.

Do outro lado, o francês derrotado na final elogiou o desempenho do campeão. "Karen jogou muito bem hoje. Ele estava servindo muito bem e não me deu chances. Eu não joguei o meu melhor, mas ainda assim, ele estava muito bom hoje", observou Mannarino.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis