Notícias | Dia a dia
Federer jogou Wimbledon e US Open com lesão
21/10/2018 às 12h17

Federer disse estar melhor desde a Laver Cup

Foto: Arquivo

Basileia (Suíça) - O fraco desempenho do suíço Roger Federer nos últimos meses pode ser explicado por um problema na mão. Em entrevista ao Tager Anzeiger, ele revelou ter sofrido uma pequena lesão nos treinos para a temporada de grama, que o atrapalhou em Wimbledon e até no US Open.

“Eu me machuquei no início da turnê de grama, em um treinamento, e isso me afetou mais do que eu imaginava. Não é uma desculpa, mas realmente complicou para mim no momento do impacto, eu simplesmente não conseguia acertar direito, especialmente na final de Halle e depois em Wimbledon”, revelou o número 3 do mundo.

Para alívio dos fãs, Federer acredita que está quase bom de novo. "Eu me senti muito melhor na Copa Laver, joguei sem dor e sem pensar na minha mão. Acho que encontrei meu ritmo novamente em Xangai", destacou o tenista da Basileia.

Além disso, Federer falou de seus planos para o futuro e freou a animação por aqueles que esperam vê-lo nos Jogos Olímpicos. "Tóquio 2020 está muito longe, não sei o que vai acontecer até lá. Claro que gostaria de jogar, mas não é verdade que esteja em meus planos. Vou ter 39 anos e não posso saber qual será minha condição até lá", observou o suíço.

"O plano agora é focar primeiro na temporada de 2019 e decidir se eu jogar no saibro ou não", finalizou Federer, que confirmou uma exibição no Japão, em função de seu novo patrocinador, a marca de roupas Uniqlo, que está ao seu lado desde Wimbledon. Ele não joga oficialmente no país desde 2006.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis