Notícias | Dia a dia
Djoko se defende de torcida pela Croácia na Copa
19/10/2018 às 08h58

Djokovic publicou foto ao lado de jogadores croatas

Foto: Instagram

Belgrado (Sérvia) - A rivalidade entre sérvios e croatas, que já integraram juntos uma mesma nação, a Iugoslávia, fez com que o atual número 2 do mundo Novak Djokovic tivesse que se explicar em seu país natal pela torcida pela Croácia na Copa do Mundo da Rússia neste ano.

Criticado na Sérvia por apoiar os rivais históricos no último mundial de futebol, ‘Nole’ se defendeu em entrevista para o canal de televisão RTS. “Todo mundo tem o direito de se expressar como quiser, sempre respeitei muito eles (croatas) e às vezes me sinto condenado por isso”, começou o sérvio.

“O apoio à Croácia veio do coração e lhes desejo o melhor. Tenho muitos amigos na Croácia e acredito que muitos sérvios também tenham”, acrescentou o tenista de Belgrado, tentando colocar um ponto final nessa polêmica.

Durante a Copa do Mundo, o dono de 14 títulos de Grand Slam falou que sua torcida era para que a Croácia levantasse o troféu, o que causou polêmica em seu país. Djokovic postou fotos com jogadores croatas, incluindo as estrelas Luka Modric e Ivan Rakitic, em sua conta no Instagram.

"Só os idiotas podem apoiar a Croácia. Você não está envergonhado Novak?", disse Vladimir Djukanovic um dos líderes políticos sérvios e integrante do partido do presidente Aleksandar Vucic.

Sérvios e croatas viram a rivalidade aumentar na época da independência da Croácia, que acabou causando um conflito armado entre 1991 e 1995. O lado croata queria se tornar uma república independente, enquanto os sérvios queriam permanecer como parte da Iugoslávia.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis