Notícias | Dia a dia
'Sinto que sou um jogador melhor', diz Zverev
16/10/2018 às 14h52

Zverev foi às semifinais em Xangai

Foto: Arquivo

Xangai (China) - Atual número 5 do mundo, o alemão Alexander Zverev começou a temporada uma colocação melhor do que a que ocupa, mas isso não o preocupa. O tenista de 21 anos destacou mais um bom ano que teve, principalmente contando com a presença de nomes como o do sérvio Novak Djokovic, que perdeu metade de 2017 afastado por lesões.

“Ganhei solidez e continuo no top 5 mesmo depois da volta de Novak Djokovic, que venceu alguns Grand Slam, e de outros jogadores como Juan Martin del Potro. Foi um ano mais difícil, mas sinto que sou um jogador melhor e que sigo competindo entre os melhores nos maiores torneios”, analisou o germânico.

Zverev também fez uma avaliação positiva de seu desempenho nessa reta final de 2018. “Cheguei às semifinais em Xangai e me classifiquei para Londres, o que é bastante positivo”, disse o alemão, que levantou três taças na temporada e obteve outros dois vice-campeonatos.

Questionado sobre a ausência do tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl ao seu lado em Xangai, ele explicou sem problemas. “Ivan não quer ficar muito tempo longe de Connecticut (onde mora). Além disso, ele encarou uma pequena cirurgia no punho, mas o terei ao meu lado em Londres”, falou Zverev, que teve o treinador junto em Pequim.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis