Notícias | Dia a dia
Coric volta a superar Federer e desafia Djokovic
13/10/2018 às 10h24

Coric marcou a 12ª vitória contra top 10 na carreira

Foto: Divulgação

Xangai (China) - Assim como já havia feito na grama de Halle em junho, Borna Coric voltou a superar Roger Federer para garantir vaga na final do Masters 1000 de Xangai. O jovem croata de 21 anos marcou um duplo 6/4 em 1h13 para eliminar o suíço, bicampeão do torneio chinês e vencedor da edição passada do evento. O histórico entre ele e Federer agora está empatado por 2 a 2.

Coric vive o melhor momento da carreira. Atingiu em setembro o 18º lugar do ranking e aparece atualmente na 19ª posição. Com os 600 pontos já garantidos em uma semana sem resultados a defender, o croata saltará para a inédita 13ª posição. Mesmo que conquiste o título, ele não conseguirá figurar entre os doze melhores do mundo depois de Xangai.

Vencedor de dois títulos de ATP na carreira, Coric disputará sua quinta final e a primeira em Masters 1000. Até então, o melhor resultado do croata em um torneio deste porte havia sido a semifinal alcançada no mês de março, em Indian Wells, onde foi superado pelo próprio Federer.

A vitória deste sábado foi a 12ª de Coric contra top 10 na carreira, a sexta na temporada e a segunda nesta semana, já que ele também passou por Juan Martin del Potro nas oitavas de final. Seu adversário na decisão será o tricampeão do torneio e número 3 do mundo Novak Djokovic, para quem o croata perdeu os dois duelos anteriores.

Federer começou a partida instável em seu saque, colocou apenas três primeiros serviços em quadra nos seis pontos disputados no game de abertura e cometeu três erros não-forçados para permitir uma quebra ao croata. Por outro lado, Coric sacava muito bem desde o começo do jogo e oferecia poucas chances em seus games de serviço. Além disso, o jovem croata explorava bastante o lado esquerdo do suíço e minha muito firme do fundo de quadra.

Sem enfrentar break points e com apenas cinco pontos perdidos em seus games de serviço, Coric fechou o primeiro set em 34 minutos. A contagem de winners estava empatada, com oito para cada lado, e Federer cometeu apenas um erro a mais, 9 contra 8 do croata. Fizeram diferença os 80% de primeiros serviços em quadra de Coric, que não era ameaçado em seus games, e a liderança tanto nos pontos com até cinco trocas, 19 a 16, quanto nos com mais de cinco rebatidas, 10 a 7.

Tal como no set inicial, Federer teve seu serviço quebrado logo na abertura do segundo set, enquanto Coric passou pelos dois primeiros games de saque com apenas dois pontos cedidos ao adversário. Quando já perdia por 3/1, o suíço ainda salvou um break point com um ótimo saque e conseguiu evitar a quebra. A situação se repetiu dois games mais tarde, quando o croata teve nova oportunidade de ampliar a vantagem. Sem conseguir estabelecer uma margem mais confortável no placar, restou ao croata se amparar no ótimo desempenho que vinha apresentando no saque e ele conseguiu se manter sem sofrer ameaças para confirmar a vitória. Se cada jogador anotou 19 bolas vencedoras, Coric cometeu apenas 13 erros não-forçados, enquanto Federer deu 24 pontos de graça.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis