Notícias | Dia a dia
Petkovic planeja se aventurar como escritora
11/10/2018 às 18h48

Alemã é uma das mais irreverentes e comunicativas do circuito

Foto: GEPA-pictures/Divulgação

Linz (Áustria) - Com a temporada feminina chegando ao fim, algumas jogadoras já traçam seus planos para o período sem competições. Reconhecida como uma das mais irreverentes e comunicativas do circuito, Andrea Petkovic decidiu se aventurar como escritora. Ex-top 10 e atual 82ª do ranking, a experiente alemã planeja organizar um livro de memórias, mas sabe que a tarefa não será fácil.

"Estou tentando escrever as minhas memórias, mas não sobre o tênis, é mais sobre episódios da minha vida. Então vocês não vão ver 'Quando eu nasci, eu peguei uma raquete e eu era boa, então eu me machuquei e foi ruim, mas depois eu estava bem de novo'", disse Petkovic aos jornalistas em Linz, depois da vitória por 1/6, 7/5 e 6/4 sobre Julia Goerges na rodada de estreia na última quarta-feira.

"Vou mudar alguns nomes e tentar fazer algo mais ficcional. Essa vai ser a parte mais difícil e eu sou o farei porque não quero parar nas revistas de fofoca", contou a alemã de 31 anos, com um sorriso irônico. Ela já está nas quartas no torneio austríaco em quadras duras e cobertas e enfrentará a francesa Kristina Mladenovic na próxima rodada.

Petkovic quer até reproduzir o ambiente de uma escritora profissional. "Eu aluguei uma casinha perto de Nova York por duas semanas durante a pré-temporada e planejo ser uma 'escritora cliché'. Ficar sentada na floresta escrevendo o meu livro durante quatro ou cinco horas por dia", contou a jogadora, aos risos.

"Eu espero que isso funcione, porque eu tenho medo de sofrer um colapso mental depois de três dias e começar a arrancar o meu cabelo. Aí vocês vão me ver careca no ano que vem! Eu espero acrordar cedo todos os dias, dar uma caminhada para curtir a natureza, refrescar minha mente, ler durante algumas horas e depois focar no meu livro. Acho que vou falhar miseravelmente, mas será divertido", admitiu a bem-humorada jogadora. "Pelo menos eu posso escrever um livro sobre como eu falhei na tentativa de escrever um livro! No ano que vem, eu conto para vocês como estou indo".

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis