Notícias | Dia a dia
Federer sofre e dá susto, mas arranca vitória
11/10/2018 às 09h04

Federer mais uma vez oscilou bastante em quadra

Foto: Divulgação

Xangai (China) - Depois de amargar sete derrotas seguidas, sem vencer um set sequer, o espanhol Roberto Bautista enfim quebrou a sequência negativa contra o suíço Roger Federer, só que não foi o suficiente para alcançar a vitória. O atual campeão do Masters 1000 de Xangai passou aperto, mas no fim das constas conseguiu se recuperar e venceu com parciais de 6/3, 2/6 e 6/4, após 1h51 de jogo.

Nas quartas de final, principal favorito ao título terá como oponente o japonês Kei Nishikori, que mais cedo fez valer a condição de cabeça de chave número 8 e bateu o norte-americano Sam Querrey em sets diretos, com 7/6 (9-7) e 6/4. Nas sete vezes que se enfrentaram, o suíço venceu cinco e o nipônico duas.

O primeiro set da partida foi equilibrado e com uma chance de quebra para cada lado. Federer foi o primeiro a ter o saque ameaçado, mas se salvou no terceiro game. Logo em seguida foi a vez do suíço ter um break-point para seu lado e ele não deixou a chance passar, bateu o serviço de Bautista e com essa vantagem foi até o fim para abrir 1 a 0.

Federer largou na segunda parcial com uma quebra já no primeiro game e quando se imaginava que ele poderia deslanchar na partida foi justamente o contrário que aconteceu. O tenista da Basileia perdeu rendimento com o saque e não conseguiu ser competitivo o suficiente no restante da disputa, amargou três quebras e só venceu mais um game até ver o espanhol empatar.

A decisão foi então para o terceiro set, que começou bastante disputado e aberto, com uma chance de quebra em cada um dos três primeiros games, duas para o suíço e uma contra ele. Depois de uma apresentação bastante abaixo da média na parcial anterior, o número 2 do mundo recobrou a consistência, principalmente com os saques, que voltaram a entrar.

Mesmo assim, Federer continuava abusando dos erros não forçados e isso quase lhe custou caro. Só que a grande capacidade técnica acabou fazendo a diferença na reta final. O dono de 20 títulos de Grand Slam obteve uma quebra crucial no nono game, um dos mais disputados da partida, e na sequência confirmou o serviço de zero para fechar o jogo.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis