Notícias | Dia a dia
Após quatro edições, Quito sai do calendário da ATP
26/08/2018 às 18h12

Victor Estrella Burgos conquistou três títulos em Quito

Foto: Arquivo

Quito (Equador) - Depois da realização de quatro edições entre os anos de 2015 e 2018, o ATP 250 de Quito deixará o calendário a partir do ano que vem. Com dificuldades para viabilizar financeiramente o evento, os organizadores emitiram comunicado oficial na última sexta-feira sobre o fim do torneio.

"Devido à falta de apoios, relacionados à atual situação econômica do país, a organização do Ecuador Open informa ao público que o torneio de tênis que foi realizado durante quatro anos consecutivos, com notável repercussão nacional e internacional, não seguirá no Equador", diz a nota publicada nas redes sociais do torneio.

"Durante os últimos dois anos, os diretores do Ecuador Open" fizeram um grande esforço e trabalharam arduamente para conseguir os recursos necessários a fim de realizar a edição 2019 do torneio, que é parte do circuito mundial da ATP", seguiu o comunicado.

As três primeiras edições do ATP equatoriano foram vencidas pelo dominicano Victor Estrella Burgos, enquanto o espanhol Roberto Carballes Baena foi o campeão deste ano. Os brasileiros tinham um bom histórico no torneio, especialmente Thomaz Bellucci, com um vice-campeonato e duas semifinais. Em 2018, Thiago Monteiro foi semifinalista.

Entre outros jogadores de destaque que já atuaram no torneio estão Gael Monfils, Ivo Karlovic, Pablo Carreño Busta, Janko Tipsarevic e Feliciano López.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis