Notícias | Dia a dia
Evert afirma que é frustrante ver Kyrgios jogando
23/08/2018 às 11h20

Nova York (EUA) - Considerado por muitos um dos tenistas de maior talento em atividade no circuito, o australiano Nick Kyrgios também é criticado por estes mesmos por sua falta de dedicação ao esporte. Quem recentemente falou sobre o jogador de 23 anos foi a ex-número 1 do mundo Chris Evert, que lamentou o desperdício de capacidade.

“É frustrante vê-lo jogar”, afirmou a norte-americana durante a cobertura da ESPN local aos preparativos do US Open. “Acho que ele leva o talento a um nível que nunca vimos no tênis mundial. Você não consegue reescrever o DNA, não consegue mudar o que a pessoa é a não ser que ela queira mudar e isso parta de si mesma”, acrescentou.

Além de elogiar a capacidade de Kyrgios e criticar sua postura, Evert garante que o australiano poderia estar em outro nível se mudasse as atitudes. “Ele pode seguir assim o quanto quiser, mas acho que provavelmente todos que gostam do seu tênis esperam que ele alcance um patamar maior que o atual”, comentou.

Outro que falou sobre o australiano foi o ex-tenista profissional e treinador Brad Gilbert. “Ele exagera no show. Seu talento é imenso, mas infelizmente ele não sabe a hora certa de usá-lo”, falou o norte-americano, que vê Kyrgios refém de golpes de efeito como o ‘tweener’ por entre as pernas que costuma dar nas devoluções de saque.

“Ele precisa de um técnico e de um preparador físico para que o ajudem a tomar as melhores decisões. Se fizer isso, talvez possa ser melhor do que qualquer outro no circuito, mas essa resposta é algo que só ele pode dar a si mesmo. Contudo, talvez ele esteja feliz fazendo o que tem feito ultimamente”, finalizou Gilbert.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis