Notícias | Dia a dia
Laver: 'Federer não aguentou o ritmo de Djokovic'
22/08/2018 às 14h33

Djokovic deu poucas chances a Federer na final do Masters 1000 de Cincinnati e triunfou em sets diretos

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - A final do Masters 1000 de Cincinnati, em que o sérvio Novak Djokovic venceu o suíço Roger Federer para enfim levantar o troféu do torneio pela primeira vez na carreira, ainda repercute no mundo do tênis. O último a analisar a partida foi a lenda do tênis australiano Rod Laver, que opinou em entrevista ao Metro.

“Roger já tem 37 anos e é verdade que está em grande forma física, mas temos que levar em consideração o que se passou em Cincinnati. O clima o atrapalhou e ele teve que encarar dois jogos na sexta-feira. Podemos dizer que Novak foi o melhor jogador naquela final porque Roger não aguentou seu ritmo e estava forçando o físico a cada ponto”, analisou o ex-número 1 do mundo.

Laver também fez suas previsões para o US Open e apontou Federer e o espanhol Rafael Nadal como principais favoritos ao título em Nova York, mas também colocou na briga o argentino Juan Martin del Potro. “Ele certamente tem o estilo necessário para vencer o US Open: um grande saque, uma potente direita e é bom no resto. São coisas que podem criar muitas dificuldades para os rivais”.

“O US Open é um torneio muito difícil, vencer sete jogos em melhor de cinco sets na quadra dura é bem complicado. Você pode ter a chance de avançar em três sets, mas nem sempre é cômodo assim”, completou o australiano sobre o último Grand Slam da temporada, que conhecerá suas chaves principais nesta sexta-feira.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis