Notícias | Dia a dia
Djokovic dá salto e mira volta ao top 5 no US Open
20/08/2018 às 08h32

Djokovic subiu para o sexto lugar no ranking

Foto: Divulgação

Miami (EUA) - Campeão do Masters 1000 de Cincinnati no último domingo, se tornando o primeiro jogador em simples a vencer todos Masters 1000 em disputa, o sérvio Novak Djokovic viu sua conquista lhe render dividendos no ranking. Ele ganhou quatro colocações na lista desta segunda-feira e pulou para o sexto lugar.

Djokovic soma agora 4.445 pontos, mesma pontuação do croata Marin Cilic, que ficou em sétimo pelo critério de desempate, e já pode sonhar com o retorno ao top 5 no US Open, onde não tem nada a defender e vai somar tudo o que conseguir. Ele está 175 pontos atrás do sul-africano Kevin Anderson, vice-campeão em Nova York no ano passado.

O tenista de Belgrado tem uma reta final de temporada ainda mais promissora pela frente. Como não jogou nesta parte do ano em 2017, ele não tem ponto algum a defender e por isso tem tudo para continuar subindo no ranking e brigar pelas primeiras colocações.

Semifinalista em Cincinnati, o suíço Stan Wawrinka também vem recuperando o ranking perdido, mas ainda está longe das melhores épocas. Ele sofreu queda bem mais acentuada e luta para voltar ao top 100, batendo na trave desta vez. Com sua campanha na semana passada, o tenista de Lausanne disparou 50 lugares, mas parou na 101ª posição, ficando a 16 pontos dos 100 primeiros.

Afastado do circuito por quase um ano inteiro, o britânico Andy Murray aparece em um terceiro estágio de sua recuperação. O bicampeão de Wimbledon ainda não briga lá em cima como Djokovic e nem pelo top 100 como Wawrinka. Eliminado na estreia na semana passada, ele perdeu três lugares no ranking e ocupa a modesta 378ª colocação na ATP.

Um dos que mais perdeu terreno entre os 100 melhores foi o australiano Nick Kyrgios, que defendia o vice-campeonato em Cincy, mas acabou eliminado nas oitavas pelo argentino Juan Martin del Potro e por isso saiu do top 20, perdeu 12 postos na lista e agora é o 30º do mundo.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis