Notícias | Dia a dia
Goffin projeta jogo difícil contra Federer na semi
18/08/2018 às 11h52

Goffin afirma estar com a confiança em alta

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Apesar do favoritismo do argentino Juan Martin del Potro, quem levou a melhor no duelo válido pelas quartas de final no Masters 1000 de Cincinnati foi o belga Davis Goffin, que mostrou um jogo bastante agressivo para derrubar o atual número 3 do mundo e seguir adiante na competição, anotando sua melhor campanha da carreira no evento.

Neste sábado às 20h, Goffin terá pela frente o suíço Roger Federer, contra quem já jogou sete vezes e perdeu seis. “Ele joga muito bem aqui em Cincinnati, as quadras são mais rápidas e ele ama essa condição. É sempre especial enfrentar Roger, você tem que se concentrar no seu lado e precisa se concentrar o tempo todo. Vai ser difícil como sempre”, analisou.

Ocupando o 11º posto no ranking, o belga foi mais um que salientou a sexta-feira corrida, em que a maioria dos jogadores teve que encarar duas partidas. Antes de derrubar Del Potro de virada nas quartas de final, Goffin passou pelo sul-africano Kevin Anderson em sets diretos.

“Foi um dia muito duro. O jogo contra Delpo foi de grande intensidade e com alguns ralis de backhand para backhand e não foi fácil taticamente encontrar uma solução. Mas no final, consegui vencer os dois tiebreaks que tivemos e estou feliz de ter chegado às semifinais aqui pela primeira vez”, comentou o belga.

“Acho que me movimentei muito bem e isso é a chave para o meu bom tênis. Estou me sentindo fresco mentalmente. A vitória na primeira rodada contra Tsitsipas me deu bastante confiança e depois disso só fui melhorando”, completou Goffin, que voltará ao top 10 com a campanha desta semana, subirá para o nono lugar se for para a final e pode ser sétimo, igualando sua melhor marca da carreira, caso leve o título.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis