Notícias | Dia a dia
Nishikori: 'Ainda não alcancei o nível que gostaria'
17/08/2018 às 09h49

Nishikori foca agora na disputa do US Open

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Eliminado na segunda rodada do Masters 1000 de Cincinnati, o japonês Kei Nishikori é mais um na extensa lista de jogadores que busca recobrar a melhor forma nesta temporada depois de um período de afastamento por lesão. Atual 23 do mundo, ele tem oscilado durante 2018, misturando bons resultados com quedas prematuras.

“Não consigo comparar meu processo de recuperação com os dos outros e tudo que eu quero e conseguir jogar meu tênis de novo. Tenho trabalhado duro, mas meu jogo ainda não alcançou o nível que eu gostaria. Acredito que ele vai voltar cedo ou tarde e por isso tenho que seguir lutando”, disse o nipônico após a derrota para o suíço Stan Wawrinka.

“Tive partidas ruins e é difícil esquece-las, mas sigo trabalhando e ainda tenho uma semana de treinos até o US Open, então é tentar reencontrar as melhores sensações”, complementou Nishikori, que aparece na 12ª colocação na corrida para o ATP Finals, lista que leva em consideração apenas os resultados da temporada.

Os pontos altos de 2018 para o japonês foram a final no Masters 1000 de Monte Carlo, a semi no ATP 250 de Nova York, as quartas em Wimbledon e no Masters 1000 de Roma, além do título no challenger de Dallas. Em contrapartida, ele sofreu quatro derrotas em estreias, a última delas no Masters 1000 de Toronto, na semana passada.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis