Notícias | Dia a dia
Kyrgios: 'Deu certo, mas nem sempre vai funcionar'
15/08/2018 às 09h04

Kyrgios salvou um match-point com um ace de 2º saque

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - O australiano Nick Kyrgios mostrou mais uma vez sua imprevisibilidade durante a vitória sobre o quali norte-americano Denis Kudla, na primeira rodada do Masters 1000 de Cincinnati. Depois de desperdiçar quatro match-points a favor no tiebreak do terceiro set, ele encarou um contra e salvou com um ousado ace de segundo serviço.

“Na minha cabeça, eu não sentia que iria errar aquele saque e por isso fui com tudo. Deu certo para mim hoje, mas não é sempre que vai funcionar”, disse Kyrgios, que precisou de mais dois match-points para enfim sacramentar a vitória de virada e garantir o duelo na segunda rodada do torneio contra o croata Borna Coric.

“Venci várias partidas assim, com alta porcentagem de aproveitamento nos serviços. O saque é meu melhor golpe e ele me ajuda muitas vezes a sair de momentos de pressão. Às vezes você vai perder, mas na maioria das vezes consegue vencer”, observou o australiano, que fechou o jogo com 80% de aproveitamento no saque e 39 aces.

Finalista no ano passado em Cincinnati, perdendo a final para o búlgaro Grigor Dimitrov, Kyrgios lembrou com carinho da boa campanha de 2017 e comemorou o resultado na estreia. “É sempre bom vencer em um torneio em que você já foi bem no passado. Estou muito feliz de ter avançado”, finalizou.

Comentários
Loja TenisBrasil
Mundo Tênis